NotíciasUm novo Kindle básico deve chegar, com melhorias de tela

Ronnie Mancuzo3 meses atrás5 min

As pistas são sutis. O que foi descoberto foi uma alteração na nomenclatura do aparelho em sua página de venda, nas lojas digitais da Amazon dos Estados Unidos. Chamado antes somente de “Kindle – com luz frontal integrada”, o nome foi alterado para “Kindle – com versão de 2019 de iluminação frontal integrada, 10ª geração“. Para bom entendedor… o que aparece aí é uma baita mudança: o Kindle básico atual foi rebatizado como uma versão antiga. Gente na mídia especializada, com o editor do Good e-Reder, Michael Kozlowski, acreditam que vem coisa aí. Melhorias de tela bem importantes, que podem quase dobrar o nível de resolução atual do dispositivo.

A alteração ocorreu recententemente, por volta do dia 08 de dezembro deste ano, e o produto está fora de estoque neste momento, 11/12/2020. Isso também sugere que há algo acontecendo no sentido de mudanças no Kindle básico para os próximos dias, quando voltar a ficar disponível. Pelo menos, a Amazon diz “Estamos trabalhando muito para voltar ao estoque o mais rápido possível”.

Se houver essa melhoria de tela esperada, e ela for no sentido do que já tem de resolução para o Kindle Paperwhite e o Kindle Oasis, dos 167 PPI, o novo Kindle básico será atualizado para 300 PPI. Assim, o dispositivo básico de leitura da Amazon alcançará um nível que muitos dispositivos também básicos já possuem no mercado.

Outras possíveis melhorias que viriam muito bem são tornar o novo Kindle básico à prova d’água e inserir um conector USB-C no corpo do aparelho, o que é importante para carregamento rápido. Também seria interessante um sistema de temperatura de cor que pudesse ser configurado pelo leitor.

Mas para se manter básico, o possível novo Kindle teria que manter também sua faixa de preço acessível. Hoje, um dispositivo básico de décima geração do Kindle custa algo em torno de R$ 331 na loja Amazon digital no Brasil.

Via Good e-Reader