Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Em que pese da ameaça ainda iminente de ser banida definitivamente dos Estados Unidos, a Huawei lidera em número de patentes registradas sobre a tecnologia 5G no mundo. A informação consta do mais recente relatório da IncoPat, que identificou 8.607 patentes 5G da companhia chinesa entre janeiro e outubro de 2020.

O relatório revelou ainda que a Huawei também lidera, além do número de patentes registradas, em contribuições relacionadas à tecnologia 5G para a 3GPP, organização internacional que trabalha desenvolvendo novas tecnologias de telecomunicações. A empresa chinesa estaria à frente de rivais como a Ericsson e a Qualcomm, que antes eram as principais referências do setor.

publicidade
Liberada no Brasil (por enquanto)

A liderança no número de patentes registradas a respeito da tecnologia 5G não é a única notícia positiva para a Huawei nos últimos dias. A Anatel, agência que regulamenta o serviço de telecomunicações no Brasil, confirmou que a empresa chinesa está liberada para participar do leilão da 5G no País.

Segundo a Anatel, “não há qualquer tipo de restrição às empresas interessadas em participar do leilão”, e isso inclui a Huawei. O órgão deixou claro, no entanto, que a decisão final sobre o assunto não cabe a ela, e sim ao presidente da República, Jair Bolsonaro. Ele pode resolver interferir na decisão por meio de um decreto e banir a Huawei, possivelmente alegando a possibilidade de espionagem chinesa. Algo que pode custar bilhões ao País.

Bolsonaro, que costuma seguir a linha de raciocínio de Donald Trump, principal responsável pelas críticas direcionadas a Huawei nos Estados Unidos, pode não dar bola para o fato de a empresa chinesa liderar o número de patentes em relação à tecnologia 5G e, assim como o presidente americano, vetar a inclusão da companhia no leilão em território brasileiro.

O Brasil já recebeu pressão por parte do governo americano para vetar a Huawei, mas os próprios rivais da fabricante chinesa, como a Ericsson, manifestaram apoio à permanência da companhia na disputa pelos serviços 5G no País. Certo é que a China, segundo o jornal South Morning Post, possui 32% das patentes registradas sobre 5G, mesmo percentual dos Estados Unidos. A briga é gigante e promete novos capítulos nos próximos meses.

publicidade

Via: South China Morning Post
Imagem: Gerd Altmann/Pixabay/CC