NotíciasEricsson, maior concorrente da Huawei, é contra banir a empresa

Zirlene Lemos1 semana atrás5 min

Contrária à retaliação da Huawei. Essa é a posição oficial adotada pela Ericsson, que se manifestou contra banir a Huwaei em crítica direta à proibições que a empresa chinesa tem sofrido na Europa, especialmente na Suécia, país de origem da Ericsson.

Há um mês a Suécia proibiu o uso de equipamentos de telecomunicações das empresas Huawei em sua rede 5G, alegando preocupações com a segurança. As acusações contra a Huawei, as mesmas nos EUA e Reino Unido, se devem à suposta coleta de inteligência e roubo de tecnologia em apoio ao projeto político do Estado chinês, ancorado em espionagem cibernética, para promover seu próprio desenvolvimento econômico e capacidades militares.

Mais do que afetar as operações principais das redes 5G, as restrições suecas se estendem às funções no acesso de rádio, rede de transmissão, rede central e na rede de serviços e manutenção.

Caça à Huawei

Diante dessa situação, Borje Ekholm, CEO da Ericsson – que, no momento, é a maior rival da companhia chinesa – afirmou que banir a Huwaei vai restringir a livre concorrência e resultará em atraso para os lançamentos 5G. “Eu pertenço àquela categoria que acredita que a concorrência nos torna uma empresa melhor a longo prazo. Pode ser doloroso a curto prazo, mas a longo nos leva a sermos mais inovadores e desenvolvermos produtos melhores para nossos clientes”, defendeu. Ele também admitiu que a competição eleva os padrões da rede 5G nos países por isso a Ericsson é contra banir a Huwaei.

Ekholm sugeriu ainda que a Europa corre o risco de ficar para trás novamente se não entregar um lançamento 5G rápido. “Retardar a implementação do 5G pode acarretar prejuízos à economia e a Europa corre o risco de ficar para trás novamente.”

A Huawei está sujeita a sanções dos EUA há mais de um ano. Não bastasse a retaliação aos chineses, Washington também tem pressionado os países aliados a proibir o uso da infraestrutura da Huawei para redes 5G. Além da agência reguladora de telecomunicações da Suécia  no Reino Unido recentemente a empresa foi proibida de implementar a tecnologia 5G até 2027.

A França também já anunciou que deve banir equipamentos de 5G da Huawei a partir de 2028.  Diante desse embate até agora  parece que só a Ericsson é contra banir a Huwaei.

Via Android Authority