JogosNotíciasMovile, dono do iFood, entra no mercado de jogos mobile

Fábio Devito3 meses atrás5 min

O grupo Movile, dono do iFood, anunciou a criação de uma produtora de jogos com foco no mercado mobile.  A nova empresa se chamará Afterverse e será uma subsidiária da PlayKids, braço responsável pela produção de conteúdo streaming infantil e educativo do conglomerado. Além do iFood, o grupo conta com as empresas Sympla e MovilePay.

A Afterverse pretende expandir o trabalho que já era feito com a PlayKids na produção de jogos para o público infantil, desenvolvendo novas propriedades intelectuais para a casa. Segundo a empresa, o objetivo agora é aumentar a criação de jogos sociais para todas as idades, sem bullying ou ambientes hostis.

Dessa forma, a Afterverse já nasce com dois jogos mobile em seu portfólio, o PK XD – uma espécie de Second Life para crianças e Craftlands, um jogo de mundo aberto e coleta de materiais inspirado em Minecraft. O app com ilustrações para colorir digitalmente CraftColors foi descontinuado.

O grupo Movile divulgou que, somando usuários Android e iOS, Craftlands e PK XD somam 25 milhões de usuários mensais. O primeiro objetivo da Afterverse será transportar os títulos para os mercados da Europa e dos EUA ainda no primeiro trimestre de 2021.

Além disso, a empresa terá o executivo Breno Masi coordenando uma equipe de cerca de 70 pessoas. A expectativa é que o time dobre no próximo ano com o desenvolvimento de diferentes jogos para o público mobile. Os gêneros dos games podem vão variar de esportivos, corridas e plataforma.

Aposta em microtransações

Um dos objetivos da Movile com a criação da Afterverse está no potencial lucrativo destes jogos, com o estilo de microtransações que é cada vez mais presente. Assim, o jogo é gratuito, mas oferece recursos pagos que melhoram a experiência do usuário.

De acordo com a empresa, este modelo aliado a base de usuários da PlayKids faz com que a empresa seja lucrativa desde a sua criação.

Os interesses do grupo Movile também está relacionado a base de jogadores que hoje em dia é muito maior que a dos consoles. De acordo com a pesquisa 2020 Gaming Trends, feita pelo app Anie em parceria com o IDC: durante a pandemia de coronavírus, em escala global, os jogos mobile chegaram  a atingir a média de 1,2 bilhões de downloads por semana.

No caso do Brasil, com a chegada da Afterverse, o grupo Movile entra na disputa por  uma fatia deste mercado com as já consolidadas Wildlife, de Tênis Clash, Zooba e Sniper 3D, e Aquiris, de Horizon Chase. Quem ganha são os usuários que podem esperar grandes lançamentos em 2021.

Via Estadão.