Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Alavancada desde 2008 pelo crescimento do mercado de smartphones, a Dreamtech é uma empresa de tecnologia sempre teve como foco sensores e gadgets, se tornando uma das maiores referências para desenvolvimento tecnológico nesse campo na Coreia do Sul e em outras partes do mundo. Hoje, os aplicativos desenvolvidos pela Dreamtech estão se expandindo para além dos smartphones, indo para as áreas de vestíveis e de realidade virtual. E, agora, a empresa está desenvolvendo um gadget que promete detectar infecção por Covid em 30 segundos.

O dispositivo visto como uma espécie de nariz eletrônico está sendo desenvolvido em parceria com a startup israelense de biotecnologia NanoScent, que já alcançou resultados muito importantes de inovação tecnológica em várias frentes. Entre elas, detecção de gravidez em vacas, captação de níveis de poluição do ar nas cidades e monitoramento de nutrição de pessoas por meio do cheiro do banheiro.

publicidade

Enquanto não há certeza com relação a vacinas, o rastreamento é a melhor chance de controle da pandemia. Sendo assim, as empresas decidiram investir em uma tecnologia de reconhecimento de odores que pode fornecer uma solução rápida e barata para triagem em massa. O gadget pode detectar Covid analisando o composto orgânico volátil existente na respiração.

Respire dentro do saco plástico

A primeira tarefa é respirar dentro do nariz eletrônico. Em 10 segundos, o dispositivo coleta a amostra do ar.

A análise ocorre no mesmo momento. Um chip com 12 sensores analisa o composto coletado para identificar a assinatura molecular única do vírus. Após 30 segundos, seu celular recebe o resultado. Dessa forma, é possível haver privacidade na realização do procedimento. O saco plástico deve ser descartado com segurança após cada teste.

A ideia é que, por conta dessa praticidade e facilidade, qualquer pessoa possa estar apta a realizar esses testes em outras pessoas com o uso do nariz eletrônico.

publicidade

A Dreamtech pretende produzir efetivamente a solução na Coreia do Sul já no início do próximo ano. Enquanto isso, busca autorização governamental em outros países para inserção do seu dispositivo para a população. Quatro times da Liga Inglesa de Futebol já se convocaram para realizar os testes em seus jogadores. Entre eles, o Tottenham Hotspur.

Via: Gizmochina.