Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Novos documentos do processo entre Google e Epic Games revelam que a desenvolvedora do Android chegou a propor um acordo para que a Epic hospedasse o Fortnite diretamente na Google Play, estando disposta até a renunciar à comissão de 30% cobrada sobre as vendas em aplicativos de terceiros.

De acordo com as informações apresentadas em tribunal, a proposta do Google seria uma tentativa de persuadir a Epic Games para que o Fortnite não fosse disponibilizado via sideload. Isto é, me uma loja de fora da plataforma oficial do Android.

publicidade

Diferentemente da Apple, que obriga que as instalações do iPhone sejam feitas diretamente da App Store, o sideload não viola os termos de uso do Android, uma vez que o sistema operacional do Google é aberto e fabricantes como a Samsung, Xiaomi e Motorola possuem lojas de aplicativos próprias.

Apesar disto, o Google teria forçado a Epic Games a adotar a sua loja de aplicativos como o distribuidor oficial do Fortnite nos smartphones, chegando até a divulgar para usuários que o processo de instalação de um app via sideload seria uma experiência “terrível” e “abismal” para a comunidade, chegando a exigir “mais de 15 etapas” para a instalação de um aplicativo.

Google tentou comprar a Epic Games

O vazamento de informações do tribunal revela outros detalhes interessantes entre o embate do Google com a Epic Games. Antes de declarar guerra ao Fortnite, a empresa mãe do Android chegou a tentar comprar parte ou totalidade da empresa de games. Esta discussão, no entanto, teria ficado apenas entre o alto escalão do Google que não chegou a fazer de fato uma proposta para a concorrente.

A Epic Games trava uma verdadeira cruzada contra Google e Apple em processos que acusa as empresas de duopólio do mercado de smartphones por meio de práticas antitruste que dificultam o desenvolvimento de outras lojas de aplicativos, além de exigirem parcelas abusivas das vendas de aplicativos.

publicidade

As donas do Android e do iOS também processam a Epic pela violação de termos de uso das suas lojas de aplicativos. Atualmente o Fortnite está banido da App Store e da Google Play, mas pode ser baixado para smartphones Android diretamente no site da Epic Games.

Via Android Authority