Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Lembra da Project Hazel, a máscara smart da Razer com luzes LED que prometia a mesma proteção de uma N95 contra o coronavírus? Então, a empresa anunciou nesta sexta-feira (6/8) via Twitter que a máscara agora se chama Razer Zephyr e que vai abrir o projeto para testes beta nos próximos meses. As inscrições estão abertas no site da fabricante de laptops.

A Razer explica que a Zephyr foi projetada para ser “segura, social e sustentável”. O dispositivo oferece 99% de eficiência de filtragem bacteriológica (BFE, na sigla em inglês), vedação facial e revestimento antiembaçante. Além disso, virá com filtros substituíveis, case de recarga com luz ultravioleta para matar resíduos de vírus ou bactérias, um sistema de microfone e alto-falante para emissão de voz e uma janela transparente que serve para mostrar a boca do usuário.

publicidade
Mudanças no design

A máscara Razer Zephyr apresenta ainda algumas mudanças em relação à Project Hazel. O novo utensílio é um pouco mais largo do que o conceito original, e há uma grade na parte inferior da máscara, provavelmente para ventilação ou amplificação da voz, que está mais visível do que nas imagens divulgadas no início do ano.

Imagem promocional para a máscara Razer Zephyr

Design da Razer Zephyr é mais largo que a Project Hazel, salientando uma grade na parte inferior da máscara (Razer/Divulgação)

A Razer anunciou o lançamento comercial de sua máscara-conceito em março deste ano. Vale observar que ainda há algum ceticismo com a quantidade de proteção do wearable, especialmente pelo fato dele vir com saídas de ventilação — especialistas apontam que máscaras N95 ventiladas não evitam a proliferação de vírus e são significativamente piores do que máscaras de pano. A empresa, no entanto, explica que as saídas são filtradas como máscaras cirúrgicas e, portanto, não haveria possíveis problemas com o bloqueio das partículas.

De qualquer forma, se você tiver interesse em testar as novas máscaras da Razer, basta acessar o site oficial do projeto, Road to Zephyr, e se inscrever por lá. Os únicos requisitos são nome, país, email, perfil de mídia social e uma explicação sobre por que você gostaria de realizar o teste beta de uma máscara RGB. Por enquanto, não há previsão de preço ou lançamento da máscara.

Via Tom’s Guide