Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

E a Razer vai mesmo tirar do papel a Project Hazel, sua smart máscara tecnológica que foi apresentada na CES 2021. Projetada para apresentar as mesmas proteções de uma N95 (padrão recomendado para evitar contaminação por vírus), o produto deverá ganhar viabilidade comercial. Porém, pouco se sabe como isso acontecerá.

A companhia tem o desejo de que a máscara venha a resolver alguns problemas atuais, como o alto consumo de produtos descartáveis, e uma certa dificuldade de alguns que tem maior facilidade em entender o que está sendo dito quando consegue ver os movimentos da boca de outra pessoa. Ainda sem um nome oficial, o dispositivo, após um uso, pode ser colocado em uma case que esteriliza com raios UV o produto, que então fica pronto para ser reutilizado.

publicidade

Smart máscara da Razer na caixa esterilizadora

 

Claro, não seria um produto da Razer se não trouxesse LEDs: eles se fazem presentes nos círculos em cada extremidade da máscara. Há a presença de microfones internos que promovem ganho de voz através de alto-falantes embutidos. No mínimo curiosa, a smart máscara não tem data para ser lançada ou outros detalhes divulgados.

Certificações até lançamento podem ser mais burocráticas

Smartwatches da Apple, Samsung e outras — mesmo sendo gadgets — necessitam de autorização de órgãos de saúde para liberação de recursos de saúde, como eletrocardiograma. Assim, o lançamento da smart máscara da Razer deverá enfrentar procedimentos técnicos adicionais para ganhar lançamento nos países ou receber certificações que atestam sua qualidade para esta finalidade.

publicidade

Smart máscara da Razer na caixa esterilizadora

Outro aspecto já discutido sobre o Project Hazel envolve o seu design: especialistas vem alertando para a ineficácia de máscaras ventiladas, e o produto da Razer parece trazer esse design. A empresa destaca, porém, que as saídas de ventilação são filtradas, sendo possível bloquear partículas com a mesma eficácia de produtos cirúrgicos.

Agora decidida a colocar sua smart máscara no mercado, resta saber que custo esse proteção terá, e se será mesmo eficaz. Por não ser descartável, e por trazer componentes como microfones, alto-falantes e LEDs, é um tanto óbvio que não devemos esperar o mais acessível dos preços. Mas no final, dependendo da durabilidade — e segurança — sua compra poderá acabar compensando para alguns usuários que se sentirão à vontade para mostrar um estilo mais gamer na hora de se protegerem.

Via Android Authority