Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Xiaomi é uma das empresas mais conhecidas dos brasileiros quando o assunto é smart bands e smartwatches. A criadora da Mi Band pode estar se preparando para um novo passo desta tecnologia com a criação de um smartwatch com tela flexível que pega toda a circunferência da pulseira: o Mi Band X.

As informações foram vazadas por um usuário da rede social chinesa Weibo que divulgou imagens de uma apresentação interna da Xiaomi.  Infelizmente, a parte do slide que mostra o modelo do aparelho está borrada. De acordo com o usuário, o Xiaomi Mi Band X  terá uma tecnologia em que a tela se estende por todo o dispositivo, o material deve ser parecido com o que já vemos em smartphones com telas extensíveis e a descrição lembra o conceito de uma renderização criada por fãs na época do lançamento do primeiro Apple Watch.  Confira a imagem da apresentação abaixo:

publicidade
Apresentação da Xiaomi mostra conceito de smartwatch com tela flexível. Reprodução: Weibo

Apresentação da Xiaomi mostra conceito de smartwatch com tela flexível. Reprodução: Weibo

A impressão é que você poderá brincar com este recurso para programar apps  e Widgets ao redor do seu braço. A imagem ainda revela que o acessório deve ser leve e fino.  Nos comentários da publicação, outro usuário se questiona sobre o valor do smartwatch e sugere que a presença de uma tela flexível deve encarecê-lo, por tradição, as Mi Bands são conhecidas por serem acessórios baratos, custando acima dos ¥ 400 (R$ 300). Outro, por sua vez, sugere que o dispositivo da Xiaomi se aproxime do smartwatch Nubia, um dos topos de linha que, sem a  tecnologia de tela flexível, custa em torno de ¥ 1.535, aproximadamente R$ 1.200.

Fenômeno de vendas

O mais curioso do vazamento é que o novo projeto da Xiaomi foge muito do visual padrão das Mi Bands. Será que a empresa vai aproveitar o sucesso da marca para atrair os usuários para a nova tecnologia de smartwatch de tela flexível? Saberemos em breve.

Atualmente a Xiaomi também investe na divulgação da Mi Band 6, smart band que chegou ao mercado no começo do ano com tela 50% maior, sensor de oxímetro e novas funções smart que permitem responder mensagens de texto diretamente do dispositivo.  Ela é vendida e entregue no Brasil por volta dos R$ 200.

Via GSM Arena

publicidade

Imagem: Milles Studio/Shutterstock