Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Pouco após o Poco F3 GT ser lançado na Índia para brigar com o OnePlus Nord 2, a Xiaomi está oferecendo no mercado global um novo smartphone da linha. O Poco X3 GT está sendo lançado como uma versão revisada do modelo base — que está disponível no Brasil.

Levemente menor, o Poco X3 GT é lançado com tela de 6,6 polegadas com resolução Full HD. Manteve-se o painel LCD, com taxa de atualização de 120Hz. Desta vez, porém, o Gorilla Glass 5 abriu espaço para o Gorilla Glass Victus — vidro protetivo empregado no Mi 11 Ultra.

publicidade

Imagem promocional do Poco X3 GT O conjunto de câmeras contempla um sensor principal de 64 megapixels, acompanhado de lente ultra-wide e macro. A frontal tem 16 MP de resolução. O Snapdragon 732G sai de cena, abrindo espaço para o MediaTek Dimensity 1100, um processador mais avançado, projetado para inteligência artificial. Podia ser o Dimensity 1200, mas aí iria encarecer o dispositivo.

Algo que deve agradar é que o Poco X3 GT é lançado com carregador turbo de 67W. Sua bateria possui 5000 mAh de capacidade — 1000 mAh a menos que o X3 original. Ele conta ainda com sensor biométrico na lateral, e claro, sensor infravermelho — algo que a Xiaomi adora embutir nos seus smartphones.

Redmi Note 10 Pro 5G?

Com opções de 128 GB ou 256 GB de armazenamento interno, o Poco X3 GT conta com 8 GB de memória RAM em todas suas variantes. Por enquanto estará disponível no Sudeste Asiático, Oriente Médio, e África. Além de algumas regiões da América Latina — mas o Brasil ainda não foi confirmado.

Imagem promocional do Poco X3 GT

publicidade

Os preços partem de US$ 329 (R$ 1.696 em conversão direta hoje, 28/07). Olhares mais atentos devem ter percebido que o hardware é o mesmo do Redmi Note 10 Pro 5G, até então exclusivo da China. E é isso mesmo: vem se tornando tendência a empresa renomear alguns Redmi chineses como Poco em outros territórios. O mesmo aconteceu com o Poco F3 GT — que é o Redmi K40 Gaming.

Via GSM Arena