Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Valve, empresa por trás da plataforma de games Steam, acabou de anunciar seu videogame portátil Steam Deck, o primeiro da marca. Visualmente, o produto parece uma mistura do Nintendo Switch (com direito ao dock) com o PlayStation Portable, e por dentro ele carrega outras semelhanças com consoles de última geração.

Imagem de frente do videogame portátil Steam Deck

Steam Deck visto de frente (Divulgação/Valve)

Dentre as configurações do videogame, estão o APU da AMD que contém uma CPU Zen 2 de quatro núcleos. Já o processador gráfico é um modelo RDNA 2, o mesmo utilizado no PlayStation 5 e no Xbox Series X (e que irá aparecer no próximo Exynos). Com isso, já dá para saber que o Steam Deck será um portátil capaz de rodar jogos potentes.

publicidade
Botão pra todo lado

O portátil da Steam Deck foi pensado para cobrir a maior parte dos jogos da plataforma online. E para isso, ele possui inúmeros botões e outras opções de entrada. Em cada lado, o videogame possui um thumbstick e um trackpad, que deve ser usado para simular movimentos do mouse entre outras funções. Também possui um D-pad e os populares botões A, B, X e Y.

Botões traseiros do Steam Deck

Imagem dos botões R4, R5, L4 e L5 (Divulgação/Valve)

Na parte superior, estão os quatro botões laterais R1, R2, L1 e L2, cada qual em seu respectivo lado. Na parte traseira, perto da curva em que se segura o videogame, estão outros quatro botões (também divididos em dois para cada lado) chamados R4, R5, L4 e L5. Já ao centro, está sua tela touchscreen de 7 polegadas que também é utilizada para receber comandos nos jogos e fora deles. Fora isso, também há botões próprios para acessar menus e a plataforma Steam.

Tela de toque do Steam Deck

Touchscreen de 7 polegadas do portátil (Divulgação/Valve)

Videogame que é PC

No site oficial do Valve Steam Deck, a companhia anuncia que o videogame portátil pode ser usado como um computador. “Você pode instalar softwares, navegar na internet, assistir streamings, realizar suas tarefas diárias de produtividade, instalar outras lojas de games, entre outras coisas”, descreve a Valve.

Imagem com o Valve Steam Deck na frente e um PC ao fundo

publicidade

Isso porque o videogame utiliza uma nova versão do sistema operacional SteamOS, desta vez voltada para o uso do portátil. E esse novo SteamOS é baseado em Linux. E para garantir a compatibilidade com games para PC, o sistema operacional faz uso do Proton, que é um app que tem exatamente essa funcionalidade.

Além disso, o SteamOS foi desenhado para emular a plataforma Steam no console portátil. Com ele, é possível usar o chat, receber as notificações, acessar a livraria, a coleção e os favoritos, bem como usar o cloud save. Também é possível conectá-lo ao monitor do PC ou à televisão enquanto joga pelo portátil.

Disponibilidade de pré-venda

A pré-venda do videogame deve começar na noite de sexta-feria (16/07) com três modelos disponíveis, cuja diferença é o armazenamento. O primeiro deve ter um espaço de 64 GB no padrão eMMC, o segundo será de 256 GB NVMe SSD e o mais potente terá 516 GB de armazenamento High Speed NVMe SSD. Os preços serão de US$ 399 (R$ 2047), US$ 529 (R$ 2714) e US$ 649 (R$ 3329) respectivamente (as conversões em real não consideram taxas e impostos).

Imagem do Steam Deck com seu case

Case do Steam Deck (Divulgação/Valve)

E para garantir a segurança na pré-venda, os produtos serão liberados primeiro para usuários Steam que fizeram compras na plataforma antes de junho de 2021. Além disso, será preciso pagar uma taxa de reserva e só será permitido um produto por pessoa. As primeiras unidades serão entregues em dezembro nos EUA e na Europa, mas devem chegar a outras regiões do globo em 2022.

Via The Verge