Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O jornalista e editor do site Tom’s Guide, Philip Michaels, vem resenhando nos últimos dias a recém-lançada beta do iOS 15. A grande quantidade de novidades, no entanto, fez com que ele precisasse dividir a análise da atualização em várias partes. Ontem (01/07) foi a vez de checar as mudanças no iOS 15 do Apple Maps e do navegador Safari, que chamaram a atenção do jornalista de forma positiva e negativa, respectivamente.

O veredito geral de Michaels em relação à beta do iOS 15 foi positivo, aliás, com menções às mudanças do FaceTime, do Maps e a vinda do novo modo de foco. Ao mesmo tempo, o jornalista asseverou que a atualização possui apenas duas desvantagens: a incompatibilidade de certas funções com iPhones mais antigos e o seu caráter inacabado, o que é esperado de versões beta.

publicidade
Apple Maps do iOS 15 totalmente aprovado

Embora não tenha testado as novas ferramentas de trânsito e nem a função de realidade aumentada, o editor do Tom’s Guide afirma que se impressionou com o Maps da Apple no iOS 15. E isso foi causado basicamente por uma simples, mas significativa mudança: o mapeamento 3D do app. Como é possível observar abaixo, enquanto no iOS 14 a visão que tínhamos era esta:

Imagem mostra o Apple Maps no iOS 14

 

No iOS 15, porém, o mesmo local é representado da seguinte forma:

publicidade

Imagem mostra como é o Apple Maps na beta do iOS 15

 

Outro elogio do jornalista à versão do iOS 15 do Maps da Apple se refere ao novo modo de direção. Michaels previu que talvez o app finalmente deixe para trás a reputação que obteve logo no momento de seu lançamento, de que não seria tão bom quanto o seu concorrente, o Google Maps. Ou seja, o futuro do aplicativo parece promissor e pode ser que melhore ligeiramente na versão final.

Entretanto, segundo a resenha, o mesmo não pode ser dito a respeito do navegador Safari, que foi escolhido como a pior novidade da beta iOS 15. Mas isso não quer dizer que o navegador tenha piorado nem nada disso. De acordo com Michaels, o app simplesmente não impressionou e suas mudanças podem ser um tanto difíceis de se acostumar.

Novo Safari está recheado de novidades, mas não impressiona

Em primeiro lugar, a Apple decidiu diminuir e mover a barra de endereços do Safari, colocando-a na parte de baixo da tela. Faz sentido colocá-la nessa posição por ser justamente onde, na tela, nossos polegares permanecem na maior parte do tempo. Mas o jornalista, além de não gostar do visual das abas agrupadas, argumentou que leva um bom tempo para se acostumar com a mudança — e até ter publicado sua opinião isso ainda não havia acontecido.

Além disso, falando em abas, outra mudança apontada pelo jornalista é a navegação pelas abas abertas deslizando para a esquerda ou para a direita com os dedos. Embora seu receio seja mudar de abas acidentalmente, Michaels admite que a novidade pode salvar bastante tempo do usuário.

Como a versão final do iOS 15 está prevista para o período entre setembro e novembro deste ano, pode ser que a Apple resolva esses pequenos problemas do Safari ou melhore ainda mais as funções do Maps. Até lá, entretanto, é possível que apareçam ainda mais novidades, tanto positivas quanto negativas.

Via Tom’s Guide