Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O recurso vinha sendo testado desde o fim do ano passado e, na última quarta-feira (30/06), foi oficializado: o Twitter agora permite que o usuário utilize chaves físicas como único método de autenticação no perfil da conta. Esta é, de longe, a forma mais segura de você se proteger contra invasões e hackeamentos de dados na rede social.

Os benefícios da autenticação com chaves físicas no Twitter são bem claros. Apps de verificação em dois fatores como o Authy e o Google Authenticator são seguros, mas ainda podem ser comprometidos de forma remota. Já no caso das chaves física de segurança — as mais famosas são as FIDO2, que possuem um dongle USB semelhante ao de um pen drive —, a pessoa teria que ter acesso físico ao usuário para invadir a conta.

publicidade
Objetivo é facilitar a vida dos usuários

“Sabemos que isso é importante para as pessoas porque nem todos podem ter um backup para o método de autenticação em dois fatores ou desejam compartilhar seu número de telefone conosco”, explica o Twitter, em comunicado oficial sobre o uso de chaves físicas como forma de autenticação. “Assim como você precisa de uma chave física para destrancar a porta de casa, você precisa de uma chave de segurança para desbloquear o acesso à sua conta.”

Nos últimos anos, o Twitter vem adicionando uma série de recursos para aumentar a proteção ao login do usuário. Em 2017, a plataforma incorporou o suporte para apps de autenticação. Dois anos depois, permitiu que o usuário realizasse a verificação em dois fatores sem fornecer o número de telefone. Isso aconteceu pouco após o CEO do Twitter, Jack Dorsey, ter sua própria conta hackeada na plataforma devido a uma troca de cartão SIM. Entre outros tuítes bizarros, o grupo invasor inseriu na linha do tempo várias frases de cunho racista e antissemita.

Com o uso de chaves físicas como forma de autenticação, aumentam as opções para os usuários do Twitter.

Via 9to5Mac

Imagem: IMG Stock/Shutterstock