Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Descontente com a sequência de vazamentos sobre seus futuros lançamentos que acabam chegando à imprensa, e desconfiada que isso parta dos próprios funcionários, a Apple resolveu tomar uma atitude, a princípio em suas instalações na China. A ideia dos diretores da é descobrir como informações confidenciais chegam às redes sociais como o Weibo, da China, ou às mãos de designers famosos, como o Concept Creator, que costuma compartilhar suas criações baseadas em produtos da Apple com o pessoal do LetsGoDigital.

Para impedir novos vazamentos (ou tentar, pelo menos), a empresa obrigou trabalhadores da linha de montagem a usar uma câmera corporal, similar à disponibilizada para policiais dos Estados Unidos. Além disso, por meio de sua equipe jurídica, a Apple teria enviado cartas ameaçadoras a trabalhadores que, segundo apuração interna, seriam os informantes de leakers bem conhecidos por aqui, como Jon Prosser.

publicidade
A ironia da história

Imagem mostra como funciona a câmera colocada em funcionários da Apple

O lado irônico da história é que a informação sobre essa nova medida de segurança… vazou. O site Front Page até brincou com a situação, publicando em uma matéria um esquema de como funcionaria a câmera que alguns funcionários da Apple na China estão tendo que usar para evitar vazamento de informações confidenciais.

A câmera corporal seria a Axon Body 2, ou um modelo muito similar a ela, segundo os, acreditem, vazamentos dos funcionários. Ela é uma câmera profissional, que avisa, com o piscar das luzes, quando uma informação está sendo gravada e armazenada em seu compartimento interno.

Imagem mostra como funciona a câmera colocada em funcionários da Apple

publicidade

Curioso dizer também que essa não é a primeira vez que a Apple tenta interromper esses vazamentos, claramente sem sucesso. Em 2018, o site da Bloomberg teve acesso e publicou um e-mail enviado aos funcionários da China alertando… sobre vazamentos. Isso mostra que o responsável por divulgar informações confidenciais antes da hora claramente não é um blogueiro ou um jornalista, e sim um integrante do quadro de colaboradores da empresa. Resta saber se as câmeras corporais darão, a partir de agora, o efeito esperado, já que as informações sobre o uso delas, que claramente devia ser confidencial, também vazou.

Via Phone Arena