Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Descontente com o desempenho da série Cortex-X2, da Arm, a Samsung estaria planejando formar uma equipe com ex-engenheiros de chip da Apple e da AMD para desenvolver seu próprio núcleo de processador. Segundo informações do leaker Tron (@FrontTron) no Twitter, uma das exigências dos engenheiros-chave na operação teria sido autonomia para desenvolver a arquitetura do dispositivo e controle completo sobre o recrutamento dos funcionários.

No passado, a Samsung nunca conseguiu obter uma boa performance com seus chips. Dois anos atrás, a situação ficou tão frustrante que, após problemas térmicos e de deficiência de energia no Mongoose, a empresa decidiu por demitir a equipe que projetava as CPUs usadas nos chips Exynos. Já na confecção do Exynos 2100, neste ano, os sul-coreanos preferiram retornar à arquitetura Arm, com resultados inicialmente satisfatórios.

Além de sua própria CPU, a Samsung pretende desenvolver um chip gráfico (GPU) personalizado em parceria com a AMD. O novo GPU seria desenvolvido com base na arquitetura RDNA2 e teria recursos de ponta, como traçado de raio (algoritmo para renderização de imagens tridimensionais) e sombreamento de taxa variável. A empresa sul-coreana também está desenvolvendo um processador personalizado para a linha Pixel 6, do Google.

Qualcomm também no páreo

Além da Samsung, a Qualcomm é outra empresa que deve se colocar na corrida para desenvolver chips. Após confrontos judiciais com a Apple, a companhia americana adquiriu no início do ano a Nuvia, uma startup de processadores formada por ex-funcionários da Maçã. Inicialmente, a tecnologia da Nuvia seria implementada em servidores, mas dado o descontentamento da companhia com a Cortex-X, a Qualcomm também estaria de olho na possibilidade de produzir seus núcleos.

Por enquanto, claro, tudo está na dimensão dos rumores. Especialmente por conta de fracassos passados, a Samsung deve estar calculando de forma muito cuidadosa se retoma a produção de núcleos de processadores. Aguardemos as próximas notícias sobre a situação para descrever um prognóstico mais claro sobre o cenário.

Via GSM Arena

Imagem: KöF/Wikimedia/CC