Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Google oficializou hoje (14/06) uma função de segunda tela para o Google Meet. O Companion Mode (modo acompanhante, em tradução livre), segundo a empresa, tem como objetivo principal facilitar a integração dos participantes em reuniões híbridas. Basicamente, novas ferramentas de reunião serão implementadas em chamadas realizadas pelo Meet para garantir o que o Google chamou de “equidade de colaboração”.

A adição ao app foi anunciada pela primeira vez no Google I/O, ocasião em que a vacinação já alcançava cerca de metade das populações dos EUA, de Israel e do Reino Unido. Nesse sentido, assim como a pandemia causou uma generalização do home office, tanto no trabalho quanto nas escolas, a vacinação começou a possibilitar esse tipo de reunião nos países com a vacinação em estágio avançado.

publicidade
O que muda com o Companion Mode

Mas voltemos às novidades da segunda tela do Google Meet. Em primeiro lugar, todos os participantes da reunião poderão utilizar recursos já conhecidos como o compartilhamento de tela ou o levantamento de mão, bem como os recursos inéditos, enquetes e sessões de perguntas e respostas, por exemplo. Nesse último caso, é possível ainda ativar o recebimento de notificações para resultados das enquetes ou para novas respostas de perguntas realizadas.

O chat também foi levemente modificado para que um participante possa mandar uma mensagem direta para outro participante, isto é, sem que outros a vejam. Outra função incluída nessa atualização, aliás, é a possibilidade de requerer que os participantes da reunião indiquem se eles participarão dela presencial ou remotamente, a fim de planejá-la da melhor forma possível.

Imagem mostra a nova função do Google Meet, em que o participante deve indicar se participa da reunião remota ou presencialmente

Além disso, o Google anunciou novas medidas de segurança nas chamadas. Uma delas é o controle total do anfitrião da chamada em relação aos microfones ou ao compartilhamento de tela, impedindo que pessoas silenciadas possam reativar o microfone ou compartilhar sua tela.

publicidade

Entretanto, todas essas inovações já são notórias em aplicativos de videochamada como o Zoom, por exemplo. Claro, o Google pode estar se preocupando com a integração entre grupos presenciais e remotos em reuniões online, mas não podemos esquecer de que, no momento, ele está atrás da concorrência. Pelo menos em relação às ferramentas da sua plataforma de videochamadas.

Segundo a empresa, tanto a segunda tela do Google Meet quanto as outras novidades chegarão na versão de navegador em setembro. No entanto, o Google não forneceu uma data para sua chegada na versão mobile do app, afirmando apenas que ela chegará em breve. Podemos torcer, apesar disso, para que ela não demore até setembro.

Via 9to5Google