Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Apresentado ao mundo por Steve Jobs em março de 2011, o iPad 2, segunda geração do tablet da Apple, está oficialmente obsoleto e, portanto, não receberá mais qualquer suporte da empresa de Cupertino. O primeiro passo para o produto ser deixado de lado pela Maçã foi dado já em 2019, ano em que a Apple já havia movido o iPad 2 para a lista de obsoleto em quase todo o mundo, com exceção de dois países.

Os Estados Unidos e a Turquia foram obrigados pela legislação local a considerar o iPad 2 um produto ‘vintage’ e, portanto, ainda sujeito ao suporte da marca. A situação mudou nesta última semana de maio, com a autorização sendo dada e a Apple, enfim, movendo a 2ª geração do tablet para sua lista de produtos obsoletos em todo o planeta.

publicidade

Um dispositivo obsoleto é aquele que, segundo a Apple, foi descontinuado (teve a fabricação interrompida ou substituída por um modelo posterior) há pelo menos sete anos – algo que o iPad 2 já poderia ser considerado em 2019. Nessa lista, encaixam-se os produtos que não têm qualquer obrigação de receber serviço de hardware da Apple ou dos provedores autorizados pela fabricante.

O que o iPad 2 tinha?

Apesar de agora o iPad 2 não receber mais suporte em nenhum país do mundo em assistências autorizadas, o dispositivo cumpriu o papel a que se propôs. Ele chegou ao mercado em 2012 apresentando um design 33% mais fino do que a primeira geração do tablet, além de recursos que, à época, impressionaram os usuários.

Entre eles, destacavam-se a câmera frontal, que logo virou febre para utilização no FaceTime, um processador moderno (repetindo, moderno para a época, claro), o A5 dual-core de nova geração, velocidade até nove vezes superior em gráficos, giroscópio e duas cores à escolha do cliente: preto e branco.

O iPad 2, agora oficialmente sem suporte, chegou ao Brasil custando a partir de R$ 1.649, mas o preço chegava a R$ 2.399 para os clientes que optassem pela variante mais completa, com conexão 3G e memória de 64 GB. Para efeitos de comparação, a nova geração do iPad, ainda indisponível para compra no Brasil, custará a partir de R$ 10.799, com 128 GB de armazenamento interno.

publicidade

Via MacRumors

Imagem: Apple Keynotes/YouTube