Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A alemã Sennheiser, uma das maiores, mais respeitadas e tradicionais fabricantes de fones de ouvido e microfones profissionais no mundo, vendeu sua divisão para consumidores nesta sexta-feira (07/05) por 200 milhões de euros. A compradora é a empresa suíça Sonova, líder em aparelhos auditivos, que tenta atingir clientes mais jovens com a aquisição. Vale destacar que a divisão de produtos profissionais segue com a Sennheiser.

Sediada em Stafa, norte da Suíça, a Sonova se tornou conhecida por produzir dispositivos para idosos, que já têm uma perda de audição significativa. E foi justamente tal restrição demográfica que levou a companhia à compra da Sennheiser, reputada por produzir fones de luxo – o HD600, por exemplo, bem conhecido dos entusiastas do áudio hi-fi – para clientes mais jovens.

publicidade

“Mesmo que eles [os jovens] não tenham perda auditiva, a maioria deles terá gradualmente com a idade”, diz o presidente-executivo da Sonova, Arnd Kaldowski, em entrevista à Reuters. “Dispositivos como os da Sennheiser nos permitem ter acesso mais rápido a este tipo de consumidor.”

De acordo com Kaldowski, o marketing e a tecnologia incorporada na produção dos fones Sennheiser serão utilizados principalmente para aprimorar a qualidade de som nos aparelhos da Sonova. Com o tempo, porém, a empresa suíça planeja produzir “wearables com funções mais avançadas”, como pulseiras inteligentes com funcionalidades de fone de ouvido. “Não acho que seja possível agora, mas acredito que vai acontecer e é importante”, diz o presidente-executivo.

A transação em dinheiro deve ser concluída no segundo semestre. Uma vez vendida, a Sennheiser cede à Sonova seus canais de distribuição online e um contrato de licenciamento permanente. Vale lembrar que a Sonova tem uma forte presença no Brasil.

Muito tradicional, empresa concorre atualmente com Apple e Samsung

Fundada em 1945, semanas após o fim da 2ª Guerra Mundial, a Sennheiser fabricou alguns dos microfones mais importantes da história. Nos anos 1960, várias bandas de rock, como Beatles e Rolling Stones, operaram o robusto e versátil MD421 nos palcos e no estúdio. Já o MD441-U, famoso pela excelente filtragem de graves, foi adotado ao vivo na década posterior por nomes como David Bowie e Elton John.

publicidade

No século 21, a empresa alemã entrou no segmento de aparelhos intra-auriculares e não fez feio. No ano passado, o Momentum True Wireless 2, concorrente direto dos AirPods Pro e do Galaxy Buds Live, foi eleito o melhor da categoria sem fio pela Associação Europeia de Imagem e Som (Eisa). Entre outras coisas, o fone da Sennheiser oferece cancelamento de ruído ativo e boa nitidez em graves, médios e agudos.

Via Reuters