Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Uma mão lava a outra, e assim a parceria formada entre a Samsung Electronics e o governo do Vietnã pode ter sequência com novos negócios e contribuições dentro de um futuro muito próximo. Pelo menos foi isso o que acabou alinhado em uma reunião realizada nesta semana entre representantes da empresa sul-coreana e Nguyen Hong Dien, Ministro da Indústria e Comércio (MOIT) do país.

Satisfeita com as contribuições da Samsung para que o Vietnã se consolidasse como único país da ASEAN (Associação de Nações do Sudeste Asiático) a ter crescimento econômico em meio à pandemia de Covid-19, o governo se comprometeu a criar novos projetos em parceria com a empresa. Entre eles estão programas de treinamento para consultores , outro voltado para a área de recursos humanos e um terceiro programa de suporte de consultoria para melhoria da cadeia em geral, desde o aumento dos fornecedores locais até o processo de exportação dos produtos, que respondem por 1/4 do total embarcado pelo país.

publicidade
Energia renovável em pauta

Além dos programas de treinamento e do aumento da cadeia de fornecedores, a Samsung, que recentemente ampliou seus investimentos na Índia, também apresentou ao governo do Vietnã uma proposta para implementar energia renovável em todas as suas instalações no país. A empresa sul-coreana já alcançou 100% de energia limpa em suas fábricas nos Estados Unidos, Europa e China, e sabe da importância de expandir esse projeto.

Ela já teria até solicitado autorização do MOIT para comprar entre 400 MW e 1.000 MW de energia renovável de empresas privadas, ao invés de obter o conteúdo diretamente do governo, mas ainda espera pela sinalização positiva. Uma das instalações que receberão essa energia limpa será a destinada à área de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), que vem sendo construída desde o ano passado em Hanói.

Via Sam Mobile

Imagem: David Mark/PIxabay/CC

publicidade