Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Um clássico dos memes, a imagem de uma menina com semblante disruptivo diante de uma casa pegando fogo foi vendida como um NFT na internet. Quem vendeu foi ela própria, hoje com 21 anos de idade.

Assim como o Clubhouse, os tokens não fungíveis viraram febre em 2021. E claro, muita gente busca capitalizar em cima dessa tecnologia que já faz muitos milionários pelo mundo.

publicidade

Seu nome é Zoë Roth e o fotógrafo foi seu pai, David Roth. A situação aconteceu em 2005, na Carolina do Norte. A hoje jovem colocou o arquivo à venda para arcar com os custos do seu curso universitário, e doará eventuais sobras para ações de caridade.

O valor que a menina arrematou com a venda do NFT da casa pegando fogo foi de 180 Ethereum, uma criptomoeda que opera em blockchain como Bitcoin, Dogecoin e tantas outras. Arrematada em 16/04, quando a cotação do ativo digital era de US$ 2.516 (R$ 13.642 em conversão direta para a mesma data), isso significa que Zoë embolsou por volta de US$ 450 mil (cerca de R$ 2,5 milhões), fora descontos da plataforma de comercialização.

A intermediação de venda, inclusive, foi promovida por um empresário que vem se especializando no comércio de memes como NFTs. Ben Lashes já foi a ponte para a venda do token não fungível de registros como o Nyan Cat, Grumpy Cat, e muitos outros grandes momentos da internet em eras em que TikTok, Instagram e outras redes baseadas em celular eram ficção científica. O Orkut ainda era popular nesses tempos, por exemplo.

Apesar da venda do NFT no qual a menina vê a casa pegar fogo, Zoë mantém direitos autorais desse meme e inclusive receberá uma parte dos valores caso o dono do token o revenda futuramente. Tudo que se sabe sobre o comprador é que seu apelido é 3FMusic. E bem, que ele é uma pessoa certamente com alto poder aquisitivo.

Via The Guardian

Imagem: zimmytws/Getty Images