Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

No começo do mês, uma obra de arte virtual feita pelo artista digital Beeple foi arrematada em um leilão pela bagatela de U$S 69,3 milhões de dólares e bateu recorde como o NFT (Tokens Não Fungíveis) mais caro da história. Essa não foi a única negociação recentes deste porte, ainda neste ano o recorte anterior foi batido por Dylan Field, que pagou US$ 7,5 milhões por uma série de desenhos pixelados. Mas o que são NFTs? e por que eles estão valendo tanto dinheiro agora?

O NFT não é a arte em sim, mas o certificado de autenticidade daquele produto. É uma forma que ter uma garantia de que aquilo agora pertence ao comprador, mesmo no mundo da internet, onde as coisas são facilmente acessíveis de qualquer lugar.

publicidade

Na realidade, o valor dos NFTs se justifica porque, na prática, a criação desse tipo de conteúdo é como uma forma de criptomoeda, com tecnologia de blockchain para evitar fraudes. As informações dos NFTS são armazenadas com criptografia de ponta a ponta, que dificulta a ação de hackers. Além disso, todo o histórico de venda fica registrado.

O que acontece é que cada NFT tem um valor negociável, assim como uma obra de arte. Dependendo, além da obra em si, do momento e do artista, que também determina se aquilo será exclusivo ou se vai ter um determinado número de cópias, tudo devidamente certificado. Atualmente, muitos compradores adquirem esses produtos imaginando que eles podem se valorizar futuramente.

O valor de um NFT
NFT Beeple

Imagem: Reprodução Beeple

A coisa começou a ficar mais séria quando o Ethereum.org, uma das maiores plataformas de criptomoedas do mundo, passou a trabalhar também com o NFTs. O site cita o exemplo de Guernica, de Picasso, que pode ser vista por qualquer pessoa na internet, mas o valor da obra original de mantém e o proprietário dela é apenas um.

A grande diferença entre os NFTs e as criptomoedas é o fato do primeiro não poder ter seu valor substituído por outra moeda ou objeto. Bitcoins tem um valor que pode ser convertido para dólares ou qualquer outra moeda. Isso não é o caso dos NFTs, que são não fungíveis e podem ter seu valor aplicado a qualquer coisa.

publicidade

A maior parte das transações milionárias desse tipo envolvem gifs e obras de arte virtuais, mas a verdade é que não há limites para onde esses tokens podem ir. Elon Musk chegou a dizer que iria vender uma música (!) que produziu como um NFT. O bilionário acabou recuando de sua carreira musical, mas o fato trouxe ainda mais holofotes sobre o movimento.

Outra vantagem é para o artista, que pode negociar a obra via NFts sem intermediários de outras empresas. Apesar disso, existe um percentual do valor da venda que fica para o mercado no qual a compra acontece. Atualmente o OpenSea concentra as maiores transações envolvendo NFT. Seja lá o que for, tudo pode ser vendido como NFT na internet.

Imagem: elenabs (iStock)