Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O quanto você já pagou por uma GIF para compartilhar no seu Facebook? Se você achou essa pergunta estranha, provavelmente não sabe que pessoas gastam milhões em GIFs, imagens em JPEG e até mesmo em tweets.

Uma reportagem da Vice investigou sobre como funciona esse comércio de itens digitais que, normalmente, pegamos de graça em uma simples busca no Google. O mais curioso: é um mercado enorme e lucrativo para muita gente. Só que para começarmos a falar disso, primeiro precisamos te explicar o que são NFTs.

publicidade
O que são os NFTs?

Sigla para non-fungible token, o termo significa “tokens não fungíveis”. Traduzindo: são bens que não podem ser substituídos no consumo. Isso significa que esses GIFs, imagens, tweets e outros tipos de arquivos digitais são bem únicos e é isso que está no centro dessa questão.

Ou seja, é justamente por serem únicos que pessoas gastam milhões em GIFs. Esse é um conceito bem difundido quando falamos no mercado de arte tradicional.

Por exemplo, imagine o famoso quadro da Mona Lisa. Se fizer uma busca por “Mona Lisa” no Google, nada me impede de imprimir uma das imagens, emoldurar e colocar na minha parede. Ainda que fique bonito, eu sei que não é o quadro original.

tela de resultados da busca por mona lisa no google

publicidade

Os colecionadores de NFTs usam o mesmo argumento para justificar seus gastos exorbitantes. Eles pagam artistas para criarem obras de arte digitais dos quais eles serão os primeiros a publicar. É a exclusividade e a “originalidade” que estão sendo pagas aqui, não o GIF ou o JPEG em si.

Como se verifica a autenticidade de um NFT?

Se já é complexo verificar a autenticidade de obras de arte no mundo real, imagine quando falamos em um produto digital? É aqui que entra o blockchain, mais associado às criptomoedas. Para assegurar a autenticidade e deixar registrado que um NFT é seu, o item é registrado por um token na rede de blockchain Ethereum.

Quando isso acontece, é como se você tivesse criado uma identificação digital para esse arquivo. É daí que vem a sigla NFT e como as pessoas que gastam em GIFs provam que elas são suas donas. Como as blockchain são livres para acessar e conferir informações, ele funciona do mesmo modo que um certificado de autenticidade.  Diferente de moedas como as Bitcoins ou as DogeCoins, por exemplo, as NFTs não são intercambiáveis. Ou seja, você não pode vendê-las (a não ser que seja o artista que criou a obra) ou trocá-las como acontece no mercado de criptomoedas.

Quem são as pessoas que vivem de NFTs?

Em sua maioria são artistas digitais, que ao invés de trabalharem para empresas, fazem as criações e as vendem também no espaço digital. Muitos, inclusive, já vivem de vender NFTs aos colecionadores.

Só que eles não são os únicos. Até mesmo celebridades como Lindsay Lohan e ricaços como Mark Cuban, dono do time da NBA Dallas Mavericks estão vendendo NFTs e faturando bastante. O executivo, inclusive, costuma vender NFTs por mais de US$ 81 mil.

De acordo com o site especializado em criptomoedas CoinDesk, o mercado de NFTs já faturou 174 milhões de dólares, contados a partir de 2017.

Vale mencionar que qualquer item digital pode se tornar uma NFT e virar um item colecionável. Além dos GIFs e imagens, arquivos de áudio, vídeo e até mesmo posts em redes sociais. Qualquer arquivo digital pode se tornar uma obra de arte.

Se você se interessou pelos NFTs, mas não quer ser uma das pessoas que gastam milhares de dólares em GIFs, já existem galerias de artes digitais. A Crypto Voxels é uma página onde você pode comprar “terra virtual” e criar o que quiser, incluindo galerias de artes com suas NFTs.

exposição virtual exibida no site crypto voxels

No Crypto Voxels, você pode comprar terra virtual ou participar de exposições digitais direto do navegador. Imagem: Crypto Voxels / Reprodução

Depois dessa brincadeira milionária na qual pessoas adultas gastam muito dinheiro em simples GIFs, acho que não podemos criticar muito os pais que deixam seus filhos gastarem milhares de dólares em itens de Sonic.

Imagem: muchomor / iStock