Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Samsung está sendo processada por problemas de câmera da sua linha de flagships de 2020, a Galaxy S20. Os dispositivos chegaram ao mercado em um momento particularmente delicado, quando o mundo inteiro começou a lidar com a Covid-19. Nesta época, muitos precisaram se adaptar ao home office e aos estudos remotos, e por isso houve disparada no uso de smartphones.

Os primeiros sinais envolvendo uma certa decepção do público com a linha veio quando o DxOMark apontou as inconsistências de foco automático, zoom e gravação de vídeos da variante Ultra. Poucos dias após o lançamento, usuários reclamavam em fóruns oficiais da Samsung que o vidro protetivo de câmera estava trincando por motivos desconhecidos.

publicidade

Sem reconhecer ser um problema de design das câmeras, a Samsung agora precisará responder ao processo aberto pelo escritório Hagens Berman, nos Estados Unidos. A ação é coletiva e busca cobrar medidas da sul-coreana, que quando procurada pelos consumidores, exigia por volta de R$ 2.146 (em conversão direta hoje, 29/04) como caução de usuários sem seguro para investigar o problema, e R$ 536 de quem possuísse o Samsung Care.

publicidade
Possível pressão interna excessiva

O escritório defende que o problema atingiu todos os modelos da linha: S20, S20 Plus, S20 Ultra, todas as variantes 5G, e ainda o Galaxy S20 Fan Edition. Em nota, um advogado da Hagens Berman — Steve Berman — defende que investigações conduzidas pelo seu corpo jurídico coletaram evidências de que o problema é causado pelo acúmulo de pressão embaixo do vidro protetivo. Destaca, ainda, que muitos afetados pelo problema foram cuidadosos com o smartphone, utilizando capas de proteção e não havendo histórico de quedas ou danos.

A Samsung ainda não se pronunciou sobre o processo aberto contra ela pelo problema de câmeras. O escritório abriu uma página para que americanos afetados pelo problema possam se juntar à ação que visa obter compensação por danos. Nada garante que haverá vitória fácil contra a sul-coreana. Vale lembrar que, na Espanha, novas diretrizes passaram a exigir que toda fabricante cubra o consumidor com um tempo (bem) maior de garantia gratuita.

Via XDA Developers