Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

A segurança de dados tem sido um assunto frequente no Brasil. Após o vazamento dos CPFs de grande parte da população, e a fragilidade na segurança de portais do governo, é preciso se conscientizar da importância em se tomar medidas que protejam a sua privacidade na internet. Para isto, o Vida Celular te dá dicas de como evitar o vazamento de dados.

Atenção aos e-mails e SMS

É preciso se atentar ao recebimento de SMS com informações de compras que, na verdade, não foram realizadas ou mesmo e-mails como assuntos suspeitos como promoções imperdíveis ou remetentes desconhecidos.

publicidade

O ideal é verificar se o número e o contato de quem enviou esta mensagem. Empresas sérias dificilmente utilizarão um endereço de e-mail hospedado em domínios de terceiros. Verifique se o domínio é o mesmo do portal da empresa que o remetente diz representar.

Evite utilizar a mesma senha em mais de um aplicativo

Ter uma senha padrão pode ser cômodo para muitas pessoas. No entanto, se ela estiver em um único vazamento, você terá todos os seus serviços comprometidos. Por isto, o ideal é possuir mais de uma palavra de segurança para os produtos utilizados.

Crie padrões aleatórios, jamais utilize dados como datas de aniversário ou nomes de conhecidos como um lembrete. Procure elaborar padrões que possuam letras, ícones e numerais. Se possível, utilize um gerador aleatório.

Algumas pessoas também costumam criar arquivos de segurança para armazenar informações de contas, acessos de login e nomes de usuários. Não é o ideal, mas se fizer, faça em algum serviço de criptografia e autenticação em dois fatores.

publicidade

Plataformas como o OneDrive, da Microsoft, o iCloud, da Apple, e o Samsung Pass oferecem a consulta e o armazenamento de senhas de maneira segura.

Autenticação em dois fatores

Muitos aplicativos possuem a opção de autenticar o acesso com dois fatores. Trata-se de um sistema que evita o vazamento de dados através de um código para smartphones ou e-mail. Adote esta opção sempre que possível. Deste modo, se alguém tentar invadir a sua conta, você será avisado.

Evite procurar por senhas vazadas

Quando souber do vazamento de dados de um serviço utilizado, evite acessar sites e outras ferramentas que dizem descobrir se a sua conta foi afetada. Em 2021, quando descobriram o vazamento dos bancos de dados do Serasa, por exemplo, surgiram muitos sites que diziam checar a integridade do CPF do usuário. No entanto, para efetuar esta consulta a pessoa era obrigada a inserir o número do seu documento em um formulário.  A chance de se tratar de um golpe é grande.

Nestes casos, o ideal é optar pela prevenção e manutenção da integridade de suas contas. Troque as senhas dos serviços periodicamente, tire um tempo para limpar a sua caixa de entrada e verifique evite se cadastrar em listas de recebimento de informativos e newsletters desconhecidas.

Tome garantias legais

Se você tomou todas as precauções citadas e mesmo assim foi constatado que suas informações foram alvo de um vazamento de dados, é importante tomar medidas de segurança contra eventuais fraudes ou golpes.

Neste caso, o Instituto de Defesa ao Consumidor (IDEC) aconselha a criação de um registro de ocorrência online, o B.O, no qual você deve especificar o que aconteceu com os seus dados. O procedimento é gratuito.

Em seguida, faça cópias do B.O e encaminhe para a sua instituição bancária e para órgãos de proteção ao crédito. Assim, se alguém tentar se passar por você, as instituições estarão cientes aumentando a chance de que o golpe não seja aplicado.

Imagem: Tech Daily/Unsplash