Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

O WordPress lançou uma proposta ontem argumentando que a plataforma deve bloquear os FloCs por padrão. FloCs, uma alternativa pensada pelo Google para substituir cookies para gerar anúncios direcionados, estão gerando polêmica entre companhias Big Tech mesmo antes de serem implementados. Especialistas acreditam que o tipo de coleta de dados do novo sistema é ainda mais intrusiva que o modelo tradicional de cookies.

Na proposta, o WordPress argumenta que FloCs (Federated Learning of Cohorts, ou Aprendizado Federado de Coortes, em tradução livre) sejam tratados como uma questão de segurança para os usuários. Como a plataforma resume no topo do post: “O sistema FloC coloca pessoas em grupos com base em seus hábitos de navegação para gerar anúncios direcionados”.

publicidade

Como diz o post: “O WordPress apoia aproximadamente 41% da internet; e essa comunidade ajuda a combater racismo, machismo, discriminação contra LGBTQ+, e discriminação contra pessoas com problemas mentais, com quatro linhas de código. Considerando o equilíbrio entre os interesses dos acionistas; as necessidades dos administradores dos sites, que podem nem estar conscientes de que isso é algo que eles precisam mitigar; e os interesses dos usuários e visitantes desses sites, a ideia [de bloquear FloCs] é ainda mais atraente”.

Usuários do WordPress que queiram permitir FloCs poderão fazer isso nas configurações de seu blog, segundo a proposta.

Em uma declaração, o navegador Vivald para Chrome (que também pretende bloquear FloCs) disse: “Você pode visitar um site relacionado com um assunto altamente pessoal que pode ou não usar anúncios FloC, e todos os outros sites que você visitar saberão sua identidade FloC, que mostra o tipo de site que você visita”. Para os desenvolvedores do navegador, essa “FloC ID” pode ser extremamente perigosa para pessoas de países que perseguem etnias, sexualidades, religiões e visões políticas.

Via ZDNet

publicidade

Imagem: Dok Sev/Pixabay/CC