Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Google anunciou nesta terça-feira (13/4) que o app Google Podcasts atingiu a marca de 100 milhões de instalações no Android. O recorde chega apenas cinco meses depois de a plataforma atingir o número de 50 milhões de usuários, o que indica um aumento considerável da comunidade em busca de podcasts.

O Google criou o app de Podcasts para Android ainda em 2018, na época como uma alternativa entre os agregadores de feed RSS padrão, o método mais antigo para se assinar um programa, e o Spotify, que ainda dava seus primeiros passos no projeto de monopólio da mídia.

publicidade

De lá para cá, o Google Podcasts passou por diversas mudanças, incorporando funcionalidades interessantes como a sincronização de mídia em diversos dispositivos, incluindo os assistentes pessoais Google Nest, e uma plataforma web player tão boa e leve quanto a do Android.

Alternativa para o Spotify

Vale lembrar que, embora o acesso a podcasts no Spotify não exija uma assinatura premium, a utilização de alternativas como o Google Podcasts e outros aplicativos de Android fortalece um dos princípios mais bacanas e antigos da cultura podcaster: o de ser uma mídia livre. Entre os principais atrativos da plataforma em relação ao Spotify, por exemplo, está a sua interface leve, além de o fato de não precisar de uma assinatura extra. Basta acessá-lo com a conta do Gmail e pronto.

Aparentemente, o Google tem noção disso e trabalha a cada dia mais para aperfeiçoar o app. No fim de 2020, a empresa publicou uma atualização que permite aos usuários a inclusão de feeds RSS na plataforma. Até então, só estavam disponíveis no aplicativo aqueles podcasts parceiros do Google ou que tivessem feito um cadastro prévio.

Com a mudança, no entanto, passou a ser possível assinar qualquer feed RSS, independentemente de o criador tê-lo cadastrado na plataforma ou não. A medida permite aos usuários escutarem produções pequenas e projetos independentes que nem sempre são destacados por aplicativos como o Spotify e o Apple Podcasts.

publicidade

Via Android Police