Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O programa Galaxy Upcycling da Samsung visa reciclar celulares velhos da marca e transformá-los em equipamentos de uso médico, em uma iniciativa muito louvável. Um dos aparelhos criado pelo programa se chama Eyelike Fundus Camera, e como o nome diz, é uma câmera fundocópica. Com ela, o médico pode fazer exames de fundoscopia que verificam estruturas como nervo óptico, vasos retinianos e a retina do paciente.

Samsung Eyelike

Eyelike fundus câmera. Imagem via Samsung.

O Eyelike é um aparelho de mão que conta com um acessório de lente e um algoritmo de inteligência artificial rodando em celulares Galaxy velhos reciclados, e pode apontar condições que podem levar à cegueira. O equipamento pode diagnosticar problemas como retinopatia diabética, glaucoma e degeneração macular relacionada à idade, e é muito mais barato que instrumentos comerciais do tipo, segundo a Samsung.

publicidade

Para esse projeto, o programa Galaxy Upcycling colaborou com a Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira (AIPC) e o Sistema de Saúde da Universidade Yonsei (SSUY) da Coreia. O software da câmera Eyelike foi uma colaboração com o Samsung R&D Institute Índia-Bangalore.

Samsung Eyelike

Numa declaração, o Dr. Sangchul Yoon do Sistema de Saúde da Universidade Yonsei escreveu: “o uso combinado de múltiplas tecnologias ópticas e inteligência artificial, em conjunto com a performance da câmera de um smartphone Galaxy, criou um dispositivo médico acessível que é tão capaz quanto uma câmera fundoscópica usada por profissionais de saúde. Isso não só resolveu uma questão de saúde, mas uma preocupação ambiental crescente também”.

Segundo a Samsung, aparelhos Eyelike fornecidos para o Vietnã já beneficiaram mais de 19 mil pessoas no país desde 2019. Agora a companhia quer expandir o programa Galaxy Upcycling para Índia, Marrocos e Papua-Nova Guiné. O programa também está pesquisando reciclar celulares velhos para criar outros aparelhos médicos portáteis, como colposcópios, por exemplo, usados para diagnosticar câncer cervical.

publicidade

Via Gadgets360º

Imagem: John Tekeridis (Pexels)