Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A LG Electronics Inc. anunciou, na segunda-feira (06/04), que encerrou o setor de celulares da empresa e, por conta disso, acionou o radar do Procon, que notificou a companhia. De acordo com o órgão, a LG precisa dar algumas explicações.

O Procon deu um prazo até a próxima sexta-feira (09/04) para a LG se posicionar sobre uma série de questionamentos e, com isso, evitar sanções pesadas. Vale lembrar que, recentemente, o órgão multou a Apple em mais de R$ 10 milhões por descumprir itens do Código de Defesa do Consumidor (como não colocar carregadores nas caixas do iPhone),

publicidade
Explicações

Segundo o órgão, muitos pontos devem ser esclarecidos antes de uma empresa tão significativa no setor de smartphones simplesmente decidir encerrar as atividades. O Procon notificou a LG para saber se os clientes da marca não ficarão desamparados no país, ou se a empresa fornecerá alternativas para quem precisar de assistência.

De acordo com os pedidos feitos quando notificou a LG, há muitos pontos em aberto que o Procon espera esclarecer antes de a companhia conseguir encerrar seus negócios no País. A lista de demandas vai desde a relação completa de smartphones produzidos nos últimos três anos até a estimativa de tempo em que a LG pretende manter a oferta de componentes para seus celulares no mercado.

Em contato com o Vida Celular, o Procon esclareceu que notificou a LG para não deixar os clientes desamparados, e confirmou a extensa relação de pendências que terão de ser respondidas pela empresa até sexta-feira. A lista começa com a relação completa de todos os modelos de smartphones disponibilizados no mercado de consumo nos últimos três anos (com os correspondentes Manuais de Usuário), bem como relação de Assistências Técnicas Autorizadas;

LG não entendeu

Além disso, a LG precisará comprovar período estimado de vida útil dos aparelhos acima mencionados no que diz respeito à durabilidade e desempenho de eficiência, e indicar quais os procedimentos os clientes deverão tomar para procurar ajuda dentro dos prazos de garantias legais e contratuais.

publicidade

Outro ponto destacado pelo Procon quando notificou a LG é em relação ao chamado plano de atendimento. O órgão quer detalhamentos sobre tempo que vigência para manutenções, reparos e reposição de peças aos consumidores não amparados pela garantia legal e/ou contratual, esclarecimentos sobre eventual redução da Rede de Assistência Técnica Autorizada após encerramento das atividades desenvolvidas pela referida Divisão, e comprovação de funcionamento de Canais de Atendimento aos Consumidores, para recebimento e tratamento de demandas após o encerramento de suas atividades.

Por fim, o Procon notificou a LG em busca de esclarecimentos sobre o período de tempo em que a empresa manterá a oferta no mercado de consumo de componentes, peças de reposição e acessórios compatíveis aos aparelhos smartphones disponibilizados no mercado de consumo nos últimos três anos, bem como a forma de comunicação de tais procedimentos ao público interessado.

A reportagem procurou a assessoria da LG para um posicionamento oficial, e ouviu que a empresa “precisa entender melhor o que significa a notificação do Procon” antes de se posicionar. Assim que a resposta for dada, nós informaremos por aqui.