Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

As vendas do Galaxy S21 superaram 1 milhão de unidades na Coreia do Sul, de acordo com informações do The Korea Herald. Os smartphones desbloqueados do atual carro-chefe representaram 20% de suas vendas totais no país, e 60% deles foram comprados online. Em casa, a Samsung mostra um desempenho bem alinhado ao que existe no restante do mundo.

Recentemente, publicamos que o flagship da empresa já é um grande sucesso nos Estados Unidos, onde vendeu, até o momento, o triplo que vendeu o S20 em seu lançamento. O nível atual consegue ser um ponto importante de reforço nas expectativas da empresa, como foi publicado no início do mês passado. Ao verem as vendas do Galaxy S21 superando as do S20 em fevereiro deste ano, a Consultoria Counterpoint previu a marca de 2,4 milhões de unidades vendidas do novo carro-chefe somente na Coreia do Sul.

publicidade
Pré-vendas batem recorde

Indo um pouco para outros cantos do planeta, também no início do segundo mês de 2021, a Samsung anunciou que as pré-vendas do Galaxy S21 estabeleceram um novo recorde no Reino Unido. A marca alcançada superou as pré-encomendas das séries Galaxy S20 e Galaxy S10 no país, com o modelo Ultra respondendo por mais da metade de todos os registros até então. Esta situação difere da que ocorre na Coreia do Sul quanto ao índice alcançado agora. O modelo “básico” do flagship no país responde por 52% das vendas (o que dá mais de 500 mil unidades vendidas), enquanto que o Galaxy S21 Ultra responde por 27% e o modelo Plus por 21%.

De modo geral, na Coreia do Sul, os smartphones da Samsung foram 64,1% do total das vendas de fevereiro, segundo o site de análises Stat Counter. A Apple apareceu na segunda posição, com um pouco mais de 26% no país. Globalmente, neste mesmo período, a Samsung ficou com 28,5% das vendas e a Apple com 27,3%. Os índices entre os primeiros dois meses do ano ficaram muito parecidos, segundo o site de análises, o que pode apontar uma tendência para seu fechamento de março.

Diferença recente entre Samsung e Apple diminuiu

O site Morung Express trouxe informações de um relatório atual da empresa de pesquisa e análise de mercado Strategy Analytics, onde é apontado que a Samsung recuperou a liderança global da Apple, após perdê-la no último trimestre de 2020. Ao que tudo indica, a estratégia de adiantar o início das vendas do Galaxy S21 para janeiro, aproximando do lançamento do iPhone 12 realizado pela concorrente, deu resultado.

Para a empresa de análises, a Samsung fechou fevereiro com 24 milhões de unidades de smartphones vendidas, capturando 23,1% do mercado. A Apple ficou com 22,2% do total das vendas de aparelhos no planeta, ao vender 23 milhões de dispositivos. A diferença, entretanto, é muito pequena entre ambas as empresas nos dias atuais, algo diferente do que vinha ocorrendo no primeiro trimestre dos últimos anos, com a coreana ficando sempre por volta de 5% na frente da americana. Enfim, fechando as primeiras colocações nas vendas globais de smartphones, a Xiaomi ocupa o terceiro lugar, com 11,5% de participação, e é seguida pela Vivo, com 10,6%, e pela Oppo, com 8,5%.

publicidade

Via GSMArena e SamMobile