Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A vida de Mark Zuckerberg não está fácil! Em meados de fevereiro, o governo australiano aprovou projeto de lei que forçava as empresas de tecnologia a pagarem por notícias divulgadas em suas plataformas e, agora, chegou a vez do Canadá cogitar o mesmo, o que forçaria o Facebook a bloquear a divulgação de notícias na rede social.

Kevin Chan, chefe de política do Facebook no país, se encontrou com um comitê parlamentar e disse que qualquer lei que obrigue a rede social a pagar às empresas para compartilhar notícias vai contra o fundamento de internet livre e aberta.

publicidade
Exemplo australiano

A Austrália, de fato, fez escola e esse era o grande receio de Google e Facebook. Ainda em fevereiro, Steven Guilbeault, ministro do patrimônio canadense já dava mostras de flertar com um projeto de lei similar ao que foi feito do outro lado do mundo. Na mesma época, Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá, também prometeu que coordenaria esforços com o colega australiano para pressionar as empresas de tecnologia a pagarem pelo conteúdo postado em suas plataformas.

Queda de braço

Google e Facebook travaram uma grande disputa com o governo australiano, com ameaças dos dois lados.

Enquanto o projeto de lei estava sendo deliberado, o Google ameaçou retirar o serviço de buscas do país e o Facebook, após ameaçar sair do país, bloqueou notícias com histórias, páginas de marca e links para sites de notícias. A rede de Zuckerberg apresentou erros em algoritmos e acabou bloqueando até páginas de caridade, por confundir as postagens com notícias da mídia.

Todo mundo precisou ceder: o governo australiano modificou o projeto de leite, propondo que Google e Facebook fiquem isentos da lei se fizerem acordos voluntários de contribuição para o jornalismo local. Agora, cabe esperar para ver como será o andamento da disputa no Canadá e se o Facebook também vai bloquear as notícias por lá para pressionar o governo a afrouxar a legislação a seu favor.

publicidade

Via CNet

Imagem: Thought Catalog / Pexels / CC