Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

No EUA e Canadá, o Facebook está registrando uma queda de usuários neste estágio da pandemia de Covid-19. Numa declaração para a imprensa, a empresa disse que eles já esperavam a notícia, e que também acreditam que a tendência deve continuar até o final do ano.

O Facebook teve um pico na entrada de usuários da América do Norte em março, no começo da quarentena e lockdown. Mas agora, parece que as pessoas estão começando a abandonar a plataforma. A base de usuários do Facebook na região diminuiu em 2 milhões de pessoas, de 198 milhões para 196 milhões, do segundo ao terceiro trimestre de 2020.

publicidade

E a queda de usuários no Facebook está acontecendo apesar das novas funções implementadas recentemente. A rede social entrou para o ramo de games na nuvem, por exemplo. Além disso, o Facebook está testando uma função chamada Neighborhoods no Canadá, que mostra um feed com postagens, grupos e anúncios na região do usuário. No entanto, alguns apontaram que a função parece uma imitação do popular aplicativo Nextdoor, que já oferece várias coisas parecidas com o que o Facebook está tentando fazer.

O que isso significa para o Facebook

É interessante apontar que a queda de usuários não foi registrada em outras regiões. O Facebook continua ganhando usuários no resto do mundo, principalmente na Ásia. Além disso, em setembro, a “família de aplicativos” da companhia (FB, Instagram, WhatsApp e Messenger) viu o número de usuários ativos crescer para 2,54 bilhões.

Também parece que essa queda de usuários não prejudicou os lucros do Facebook. Mesmo passando por um boicote de anunciantes em julho, uma ação em protesto por como a companhia ainda permite desinformação e discurso de ódio no site. Apesar do boicote, a rede social fez US$ 18 bilhões em publicidade no trimestre.

Aparentemente, a queda de usuários nos EUA e Canadá, além de outras polêmicas, não prejudicou muito o Facebook. De qualquer forma, a plataforma vem indicando que pretende abordar essas questões. Antes das eleições para presidente nos EUA, o Facebook derrubou várias contas supostamente envolvidas com fake news.

publicidade

Via Android Headlines.