Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Como é comum de acontecer, quanto mais próximo do lançamento está um produto, mais informações começam a surgir sobre ele. E com o Mi 11 Ultra não está sendo diferente. Anunciado para ser lançado no dia 29 de março junto do Mi 11 Pro em um evento oficial, o Mi 11 Ultra já foi confirmado como o primeiro a usar o sensor Isocell GN2 e, agora, apareceu no Geekbench.

Sob o número de modelo M2102K1C, o Mi 11 Ultra conseguiu alcançar 1132 pontos no teste single-core e 3488 no multi-core rodando um processador Snapdragon 888, que já era esperado (o iPhone 12 Pro Max, para comparação, marca 1597 e 4175). Além disso, a lista de testes de desempenho também revelou outros detalhes do produto: ele terá uma grande capacidade de RAM (12 GB) e virá com Android 11.

publicidade

Da família de celulares Mi 11, o modelo Ultra é o que menos informações vazaram até agora. Além da super câmera, também já foi revelado que o celular deve utilizar a tecnologia de ânodo de silício-oxigênio em sua bateria, esperada para ter 5000 mAh. Isso fará dele a segunda geração de smartphones da Xiaomi com essa bateria, já que a primeira foi o Mi Mix Alpha. Além disso, um vazamento anterior apontou que o celular pode ter carregamento sem fio de 67W.

Até o momento, a aparição do Mi 11 Ultra no Geekbench e as informações cima é tudo o que se sabe sobre o celular. Mas, por essas características, já dá para imaginar que o aparelho será um flagship com o preço lá nas alturas. De resto, é provável que os segredos desse smartphone possam aparecer em mais vazamentos até o dia 29 de março.

Via Playful Droid

Imagem do Mi 11

publicidade