Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Hoje (18/03), o Facebook revelou dois protótipos de pulseiras inteligentes que são capazes de ler impulsos nervosos. O propósito do novo acessório da empresa de Mark Zuckerberg é ler impulsos do corpo para entender os comandos dos usuários com interação de óculos de realidade virtual e aumentada. O projeto está sendo desenvolvido pelo Facebook Reality Labs (laboratório de estudos de realidade virtual e aumentada da empresa).

O Facebook afirma que “O pulso é um lugar tradicional para usar um relógio, o que significa que ele pode se encaixar razoavelmente na vida cotidiana e em contextos sociais. É um local confortável para uso o dia todo. Ele está localizado próximo aos principais instrumentos que você usa para interagir com o mundo (as mãos). Essa proximidade nos permitiria trazer os ricos recursos de controle de suas mãos para a RA, permitindo uma interação intuitiva, poderosa e satisfatória.”

publicidade
A pulseira inteligente, na prática

O equipamento possui uma tecnologia que faz uma espécie de eletromiografia, monitorando a atividade elétrica de dois movimentos dos dedos, traduzindo essa captura em informações digitais. A empresa espera aprimorar o acessório nesta detecção de impulsos nervosos, com foco em usar o objeto para controlar totalmente o ambiente de realidade virtual. O vídeo abaixo revela um teste de sua funcionalidade:

Outro vídeo interessante também foi divulgado, onde o usuário movimenta seus dedos, teclando em cima de uma mesa vazia. Dessa forma, os algoritmos entendem que ele está digitando de acordo com o posicionamento das teclas. É claro que erros podem acontecer, mas com uma espécie de corretor, o usuário consegue alterar as palavras como o próprio vídeo revela, confira:

publicidade

Além disso, através de uma tecnologia IA dinâmica, o acessório também se adapta ao usuário e ao ambiente em que ele se encontra. Por se tratar de protótipos, as pulseiras ainda estão em fase de testes e melhorias no processamento de informações e coletas de dados. Por este motivo, a data de lançamento do novo acessório ainda não foi revelada pela empresa.

Via The Next Web