Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Os últimos anos não foram fáceis para o Wear OS, sistema voltado para vestíveis (wearables) do Google. A empresa de Mountain View vem ensaiando uma recuperação nessa área, com a compra da Fitbit e o possível retorno da Samsung para o SO, que pode inclusive oferecer o Galaxy Watch 4 sem o Tizen. E parece também que se mexeu para corrigir um bug antigo, que impossibilitava a ativação da Assistente através do comando “Ok Google” (“Hey Google” em inglês) em smartwatches.

Sendo assim, alguns relógios inteligentes que utilizam o Wear OS voltaram a responder ao comando, como usuários do Reddit vêm relatando. O recurso ainda não voltou de forma uniforme, e parece ser necessário estar na versão 12.8.4.25 do Google App para ativar seu uso. Acontece que essa versão ainda não está sendo amplamente distribuída.

publicidade
Problema do “Ok Google” no Wear OS começou em 2020

Curiosamente o “Ok Google” está há meses sem funcionar em smartwatches para muitos usuários, que reclamaram na internet sobre o problema. Só no mês passado a companhia soltou uma nota informando estar ciente do problema e que trabalhava para solucioná-lo. Usuários, porém, relatam que o problema se arrasta desde 2020. Durante esse tempo, era necessário dar um toque longo no botão de energia para se comunicar com a Assistente, uma alternativa um pouco menos prática do que simplesmente falar uma palavra-chave.

Com isso, a empresa de Mountain View mostra que já começou a corrigir o problema com o comando “Ok Google”, que sinceramente não é muito popular em smartwatches. Isso porque a maioria dos produtos do mercado contam com baterias modestas, e deixar o dispositivo engatilhado para responder a esse comando é uma atividade em segundo plano que prejudica ainda mais a autonomia do aparelho. Mesmo assim, é importante que a gigante de buscas se comprometa a deixar funcional um recurso que anunciou para o sistema.

Via Reddit e 9to5Google

publicidade