Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Microsoft Mesh é uma nova plataforma fornecida pela Microsoft promete trazer uma experiência totalmente diferenciada de imersão e compartilhamento. Com o Mesh, serão possíveis conexões com potencial de interação colaborativa por meio de apps de realidade aumentada e diversos dispositivos.

A realidade aumentada compila ambientes e objetos 3D gerados por computador sobre uma realidade existente, buscando favorecer a interação com o que há de físico em um determinado lugar. A plataforma colaborativa anunciada pela Microsoft permite que as pessoas compartilhem experiências virtuais em uma variedade de dispositivos em localizações físicas diversas, alimentando a expectativa de inúmeros cenários e ocasiões possíveis.

publicidade

Partindo da ideia de aproximação que o Microsoft Mesh pode oferecer em realidade aumentada, reuniões e encontros a distância com objetivos que vão do trabalho ao lazer se tornam como presenciais entre as pessoas. Esse seria o resultado da holoportação, um conceito de transmissão de hologramas em tempo real entre um ambiente e outro. Ou seja, o compartilhamento de materiais virtuais em 3D e outras tarefas nesse sentido se tornam possíveis e vai além.

Por meio de avatares holográficos, as pessoas podem se fazer presentes em diversas ocasiões compartilhadas, a partir de suas salas de estar, escritórios, laboratórios, onde quer que estejam no momento do compromisso. Para se ter uma ideia ainda mais precisa sobre do que se trata a realidade aumentada do Microsoft Mesh, o canal oficial da Microsoft no YouTube publicou um vídeo bem interessante sobre a plataforma.

Avatares virtuais e imersão

Inicialmente, o Microsoft Mesh apresentará as pessoas como avatares virtuais retirados da rede social AltspaceVR, plataforma pioneira nesse segmento e que a Microsoft adquiriu em 2017. Os próximos passos buscarão uma “holoportação” ainda mais robusta, seguindo a tendência de estudos da própria empresa na pesquisa e no desenvolvimento em áreas que vão desde o rastreamento de mãos e olhos à criação de hologramas persistentes e modelos de inteligência artificial para criação de avatares expressivos.

publicidade

O usuário pode acessar o Microsoft Mesh através dos smart glasses HoloLens 2, dos VR headsets da empresa e também por computadores, tablets ou telefones celulares, usando qualquer app habilitado. Para segurança, a plataforma conta com o nível empresarial do Azure, bem como seus vastos recursos computacionais, dados, IA e serviços de realidade mista.

O potencial de imersão deve aumentar conforme a pessoa se envolve nas reuniões, com contato visual, expressões faciais e gestos. Além disso, há o potencial de compartilhamento de ideias em tempo real, ajustes, criação em conjunto. A Microsoft planeja integrar o Mesh ao Teams e o Dynamics 365 no futuro, expandindo ainda mais esse conceito de reuniões em realidade aumentada.

Via The Verge