Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Enquanto alguns países testam e se preparam para redes 6G, o Brasil ainda nem sequer conseguiu leiloar o 5G. Mas, será que estamos atrasados ou outros países que estão na vanguarda? A primeira opção.

Durante coletiva de imprensa realizada na sexta-feira (26/02), o Ministro das Comunicações, Fábio Faria, não admitiu os atrasos do 5G no Brasil, mas demonstrou empolgação com o futuro 6G. Ele contou que, durante viagem à Finlândia conhecer os equipamentos do 5G, a comitiva brasileira teve a oportunidade de conhecer a nova rede 6G, que já está sendo testada por diversos países. Nas palavras do Ministro, “foi impressionante! Ela te dá sensações, como tato e olfato. Em breve, teremos até holograma: talvez no 7G ou 8G”.

publicidade

Os testes com redes 6G não estão restritos à Finlândia. Arthur Igreja, especialista em tecnologia e inovação, lembra que China e Coreia do Sul já estão testando o 6G e discutindo a derrubada do 4G, enquanto no Brasil ainda temos 2G e 3G em funcionamento. “Estamos atrasados, com certeza! Num comparativo com os Estados Unidos, dá para ver bem isso, porque eles já têm 61% da cobertura 5G”, destaca.

Longo prazo

A chegada da rede 6G ao Brasil ainda é um sonho distante. Até a nova tecnologia parece estar em atraso frente a outros países, já que a previsão da Anatel é a de abertura do leilão da rede 5G no segundo semestre deste ano e cobertura das capitais até julho de 2022.

No entanto, o problema é ainda maior, já que a cobertura total do Brasil só deve estar concluída até 2029. “Acho tímido e longe porque, se a economia está a cada dia mais digital, estamos atrasando negócios e empresas”, diz Arthur Igreja.

Está ansioso pela chegada do 5G ao Brasil? Pode esperar sentado!

publicidade

Foto: Andrea Piacquadio / Pexels / CC