Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Uma pessoa com paralisia cerebral precisa de estímulos constantes, mas por conta da necessidade de isolamento social causada pela pandemia da Covid-19, muitos pacientes tiveram de interromper seu tratamento. Foi pensando neste público que nasceu o MoveHero, game de reabilitação motora que alia diversão e exercício.

A iniciativa foi criada por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Universidade de São Paulo (USCP), Faculdade de Medicina da Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) e da Universidade de Oxford.

publicidade
Como funciona

Não importa qual é a restrição de mobilidade, o MoveHero oferece estímulo motor ao jogador que precisa capturar bolinhas coloridas que caem da tela no ritmo de uma música ao fundo. O game de reabilitação foi inspirado no famoso Guitar Hero® e o jogador também pode aumentar ou diminuir a dificuldade da partida conforme evolui.

Considerado um jogo sério, já que seu objetivo vai além do entretenimento, o MoveHero foi testado em 44 participantes – metade deles com paralisia cerebral e metade sem – com idades entre 11 e 28 anos e comprovou ser capaz de promover melhora e aumento da atividade física, além da percepção de esforço físico nos praticantes.

O MoveHero é disponibilizado gratuitamente a pessoas com deficiência física e cognitiva por meio deste site para que possam manter a rotina de exercícios e, por meio do game, ter a reabilitação motora enquanto se mantêm isoladas socialmente.

O game pode ser acessado de qualquer lugar com conexão com a internet. Outro ponto importante é que qualquer pessoa pode contribuir com doações em dinheiro para ajudar a manter o acesso gratuito ao MoveHero e sua evolução.

publicidade

O projeto é coordenado pelos docentes Dr. Carlos Bandeira de Mello Monteiro e Dr. Luciano Vieira de Araújo, do EACH/USP, em parceria com o desenvolvedor Murilo Vinícius Brandão da Costa e da fisioterapeuta Talita Dias da Silva.

Via UNIFESP