Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Não existe nenhuma dúvida de que a vacina contra o novo coronavírus é uma das coisas mais aguardadas nesses tempos de pandemia. Com o objetivo de incentivar a população a se imunizar e se conscientizar, integrantes de diferentes universidades brasileiras criaram o Vacc, um jogo gratuito no qual a vacinação e a imunização são os temas.

Jogo com objetivos didáticos

Longe de ser um simples jogo, entretanto, é possível aprender e entender várias informações importantes relacionadas à Covid-19. Basicamente, o jogo criado pelas universidades explica na prática o funcionamento da imunidade de rebanho e do próprio processo de imunização pela vacina. Além disso, o jogador também entende os efeitos danosos das fake news, das aglomerações e a importância das máscaras como método de prevenção.

publicidade
Screenshot do jogo Vacc, realizado por diferentes universidades brasileiras com o objetivo de incentivar o uso das vacinas

A tela inicial do “jogo da vacina” (Vacc/Reprodução)

Com participação de docentes e alunos da Unicamp, da USP e da UFPR, a premissa do Vacc é básica. O jogador assume o papel da Maria Gotinha e deve superar todas as adversidades que se apresentam em seu caminho, enquanto tenta vacinar todo mundo. Após conseguir imunizar todas as pessoas, o vírus é eliminado e consequentemente a vitória é obtida.

Contudo, não é tão fácil quanto parece: a cada fase, o isolamento social é reduzido, o que dificulta progressivamente a jogabilidade. Em contrapartida, isso facilita o trabalho das fake news e do próprio vírus, que se multiplica ao infectar quem ainda não foi vacinado.

Vídeo explica dinâmica do jogo em detalhes

O jogo pede também para que os jogadores doem fotos das suas carteiras de vacinação, para que sejam digitalizadas. Assim, ajudariam o projeto Levacc, que visa auxiliar o Ministério da Saúde a “estimar quais regiões estão protegidas de certas doenças”.

Toda a dinâmica do jogo foi muito bem explicada no seguinte vídeo, produzido pelos realizadores do projeto:

publicidade

Embora ainda seja exclusivo para computadores, os desenvolvedores afirmaram que em breve uma versão para celular será disponibilizada. Uma versão multijogadores, aliás, também está sendo discutida pela equipe. Nada mais natural que um jogo a respeito de vacinação conte com um modo colaborativo, afinal, trata-se justamente de uma questão social e coletiva. E com certeza estaremos esperando pelas novidades assim como aguardamos pela vacina.

Via UFPR

Imagem: Gustavo Fring (Pexels)