AndroidAplicativosNotíciasApp é expulso da Play Store por “palavrão”, mas já está de volta

Paulo Amaral1 mês atrás4 min

O sistema automatizado de detecção de palavras de baixo calão, o famoso palavrão, acabou fazendo um app ser expulso da Play Store, lojinha do Android. A expulsão aconteceu não por desrespeito às diretrizes da empresa, e sim por um grande mal-entendido. O Just (Video) Player, aplicativo desenvolvido por Marcel Dopita para reprodução e edição de vídeos, acabou penalizado por algo que, literalmente, não fez. Tudo por conta de uma extensão de arquivo para legendas oferecida, a .ASS.

Para quem não entendeu o motivo da gafe do Google, a gente explica: “ass”, em inglês, nem chega a ser palavrão, mas está no mesmo grau de ofensividade do português “bunda”. Mesmo assim, os robôs da Play Store identificaram a palavra na descrição do app como um palavrão, e o resultado foi que o Just (Video) Player acabou expulso da loja. Por “não estar em conformidade com a política de conteúdo sexual e profanação”.

O .ASS nesse caso, no entanto, é apenas e tão somente uma extensão usada em determinados arquivos, e resultante da abreviação para Aegisub Advanced Substation. Os arquivos com a extensão ASS são gerados pela Aegisub, ferramenta multiplataforma, para criar textos de legendas no padrão Substation Alpha.

Pouco depois de ter aplicado a pena ao aplicativo, no entanto, o Google, em contato com o desenvolvedor, entendeu o mal-entendido e retornou o app para a Play Store. O aplicativo é gratuito e, além de oferecer aos usuários a “polêmica” opção de legendar vídeos no formato ASS, também disponibiliza SRT, SSA (olha aí, Google… é ASS ao contrário), TTML e VTT.

Via Android Police

Imagem: Gerd Altmann/Pixabay