Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A operadora de telefonia belga Voo antecipou, sem querer (ou não?), os preços da linha Galaxy S21, que serão divulgados no próximo dia 14, e mostrou para os ansiosos consumidores que o flagship da Samsung poderá chegar às lojas mais barato que o antecessor, S20. As imagens vazadas mostram que os preços são exatamente os mesmos previstos há cerca de três semanas, como você já havia visto aqui no Vida Celular, com base nas informações do leaker Ishan Agarwal.

De acordo com o anúncio feito pela Voo (e apagado logo depois), a versão de entrada do S21, com 128 GB de armazenamento interno, será vendida por 849 euros (R$ 5.531, sem impostos ou taxas de importação). A promoção da operadora deixa o Galaxy S21 ainda mais barato caso o consumidor assine um pacote de dados de 20 GB ao mês pelo período de dois anos, ao custo de 52 euros (R$ 338) mensais.

publicidade

Nesse caso, o flagship sai por 199 euros (R$ 1.296, na conversão direta). O Galaxy S21+ foi anunciado pela Voo por 1.049 euros (R$ 6.835, na conversão), mas também pode ser mais barato com a assinatura, caindo para 349 euros (R$ 2.274). A versão Ultra, top das tops, pode custar 1.399 euros (R$ 9.116) ou, com a assinatura do pacote por dois anos, 679 euros (R$ 4.424, na conversão).

publicidade
Coreia também especula preços mais baixos

Não é o único caso. Na Coreia do Sul, país natal da Samsung, não houve um anúncio antecipado vazando os preços – de propósito ou acidentalmente -, mas a mídia local também vem assegurando que o preço do Galaxy S21, seja qual for o modelo escolhido, realmente será mais barato do que o do S20 para os consumidores na próxima quinta-feira. O Galaxy S21 mais básico seria vendido a 746 euros (R$ 4.860, sem taxas ou impostos), mais barato do que o S20, que custava 930 euros (R$ 6.059) em seu lançamento.

Os demais modelos seguem a tendência do mais básico da nova linha, de acordo com a imprensa sul-coreana. O Samsung Galaxy S21+ e o S21 Ultra podem ser vendidos a 897 euros (R$ 5.844) e 1.082 euros (R$ 7.050), mais baratos do que o S20+ e o S20 Ultra, que custavam 1.009 euros (R$ 6.574) e 1.189 (R$ 7.747), respectivamente, quando chegaram ao mercado local no ano passado. A imprensa sul-coreana especula que haverá também uma variável com 512 GB do Ultra, que custaria 1.194 euros, equivalente a R$ 7.779, sem taxas de importação ou outros impostos.

Duas coincidências? Os indícios apontam que o aguardado S21 será mesmo mais em conta que seu antecessor, e mundialmente.

Via SlashGear e GizmoChina