Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Você sabia que todo aparelho celular conta um número de identificação único e exclusivo? Assim como nós temos o RG ou o CPF ou os carros contam com chassi, os aparelhos celulares têm a Identificação Internacional de Equipamento Móvel (Imei, da sigla em inglês).

O Imei não é uma exclusividade brasileira. Ao contrário: é um recurso usado globalmente e que é formado por quatro grupos de números: 000000-00-000000-0. Esse número é importante porque pode identificar e até proteger o seu aparelho celular, garantindo que ele é regular e certificado por órgãos oficiais, como a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

publicidade
Como achar o meu?

O número do Imei pode estar impresso na caixa do aparelho ou impresso em um adesivo que fica na parte traseira do local onde está a bateria. O usuário também pode descobrir o número do Imei ao discar *#06# e a tecla de ligar. Como esse é um número importante para a segurança do aparelho, é bom deixá-lo anotado em algum lugar de confiança para possíveis consultas. É sempre bom ressaltar que aparelhos dualchip têm um Imei para cada chip e a forma de consulta é por meio do *#06#.

Segundo dados da Anatel, o Imei é importante para checar se o aparelho está em situação regular, ou seja, se não foi roubado, extraviado ou adulterado, por exemplo. A Anatel tem a página Celular Legal, que disponibiliza aos consumidores a possibilidade de consultar a situação do Imei e sua regularização.

Se alguém tiver o celular roubado, pode bloquear o aparelho por meio da operadora de telefonia celular, fornecendo o número do Imei, que é inserido no Cadastro Nacional de Aparelhos Móveis Roubados, não podendo ser usado por outro usuário. Segundo a Anatel, só a pessoa que registrou o roubo é que pode requisitar o desbloqueio do Imei nesse cadastro, com a ajuda da operadora de telefonia celular.

Desde 2018 a Anatel, em parceria com as operadoras e com a Polícia Federal, tem implantado nos estados um projeto que só permite o uso de novos celulares nas redes nacionais se estiverem em situação regular. Aparelhos com Imei bloqueado são impedidos de acessar as redes móveis brasileiras.

publicidade

Fonte: Anatel

Foto Adrienn/Pexels/CC