Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Desde 2014, a Apple vem trabalhando em seu projeto de produzir um carro autônomo. De lá para cá, a empreitada ganhou algumas reviravoltas, e hoje parece que as coisas estão se encaixando e se acelerando para um futuro lançamento. Isso porque algumas pessoas ligadas aos planos da empresa relataram à Reuters que o Apple Car deve ficar pronto em 2024.

Uma das últimas remexidas do projeto Titã, apelido para os planos do carro da Apple, aconteceu recentemente. O chefe do setor de IA da empresa de Cupertino, John Giannandrea, foi colocado para assumir o desenvolvimento do projeto. Ao assumir, ele havia dito que a ideia não seria mais um carro e sim um sistema de direção autônoma que poderia ser implementado em veículos de diversas fabricantes. Mas, pelas informações recentes, a Apple voltou atrás e seu objetivo é, novamente, a produção de um carro da marca.

publicidade

Além do sistema de direção autônoma, que já está em desenvolvimento, duas novas tecnologias pesquisadas pela empresa da Maçã são as responsáveis por essa guinada em direção a materialização do Apple Car em 2024. E uma delas, inclusive, já está no novo iPhone 12 Pro.

Novos recursos

A Apple está desenvolvendo um novo tipo de bateria monocélula (isto é, com um bloco só) mais potente e com economia de espaço. Além disso, também está pesquisando a utilização de uma nova composição química chamada LFP (fosfato de ferro-lítio) que é muito menos propensa a superaquecer. O objetivo da empresa é criar uma bateria que deve ser mais barata, duradoura e segura para ser usada em seu carro.

Já a outra tecnologia que deve alavancar o Projeto Titã são os sensores Lidar. O recurso, que já vem no iPhone 12 Pro, é como um radar que emite luz infravermelha para poder medir o ambiente ao redor e construir uma “mapa” 3D com a distância dos objetos. O que pode ser utilizado na navegação do veículo.

O futuro do Apple Car

O anúncio, mesmo que ainda recente, já movimentou as ações da Apple, que tiveram um aumento de 1,24%. Porém, alguns investidores enxergam a notícia com precaução. Segundo a agência de notícias britânica, eles estão preocupados com dois pontos principais.

publicidade

O primeiro toca na questão da viabilidade, já que construir um veículo, autônomo ou não, requer uma quantidade de peças e, consequentemente, de fornecedores maior que para construir um celular, sem contar que são materiais diferentes. Já o segundo é que observando a movimentação da concorrente Tesla, não se vê ainda um mercado tão animado para esse tipo de carro.

Ainda assim, os informantes da agência de notícias alegam que, no momento, o único empecilho para o projeto é o avanço da pandemia de coronavirus, o que pode atrasar a produção para 2025 ou além.

Via Reuters

Imagem: Kostsov/Shutterstock