Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Qualcomm divulgou na sexta passada (18/12) vários resultados de benchmarks do Snapdragon 888. O novo processador da Qualcomm vai ser usado em smartphones flagships de várias empresas, a começar pela linha Mi 11 da Xiaomi, e pela linha Galaxy S21, que chega no dia 14/01/2021.

No release, a Qualcomm cita um ganho de 25% em desempenho da CPU 680 comparado com sua geração anterior, muito por conta dos núcleos Cortex-X1 de 2,84GHz. Vale lembrar que o Snapdragon 865 tinha núcleos Cortex-A77 com os mesmos 2,84GHz, mas a Qualcomm lançou depois o Snapdragon 865+, com velocidade de 3,09GHz.

publicidade

Como cita o Anandtech, a diferença de desempenho do Snapdragon 888 em relação ao 865+ é de apenas 15,4%, o que é bem menos significativo que 25%. Assim, fica bem claro que a Qualcomm irá repetir a estratégia, e teremos a partir da metade de 2021 um Snapdragon 888+.

No release, a Qualcomm cita um ganho de 25% em desempenho da CPU 680 comparado com sua geração anterior, muito por conta dos núcleos Cortex-X1 de 2,84GHz. Vale lembrar que o Snapdragon 865 tinha núcleos Cortex-A77 com os mesmos 2,84GHz, mas a Qualcomm lançou depois o Snapdragon 865+, com velocidade de 3,09GHz. 

Como cita o Anandtech, a diferença de desempenho do Snapdragon 888 em relação ao 865+ é de apenas 15,4%, o que é bem menos significativo que os citados 25%. Assim, fica bem claro que a Qualcomm irá repetir a estratégia, e teremos a partir da metade de 2021 um Snapdragon 888+.

Tabela de resultados do Snapdragon 888 divulgada pela Qualcomm

publicidade

A tabela divulgada pela Qualcomm mostra os resultados no AnTuTu, no Geekbench (single-core e multi-core) e no GFX Bench, entre outros. Como mostram as comparações feitas pelo Anandtech, ele segue atrás do iPhone 12 Pro (A14 Bionic), e em alguns casos, atrás do iPhone 11 Pro (A14 Bionic). De qualquer forma, as expectativas são bem positivas, com boas melhorias na CPU e especialmente na GPU.

Apesar de termos vários resultados de testes do Snapdragon 888, ainda falta analisarmos é a eficiência na duração da bateria, algo que só poderemos fazer com o lançamento dos primeiros smartphones equipados com o processador, em janeiro de 2021.