Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

A Postmates é uma empresa de entregas de alimentos e produtos essenciais com um notável sucesso nos EUA. Sua participação nesse serviço no país estava consolidada, e isso despertou o interesse do Uber. O serviço de entregas de alimentos Uber Eats não vinha conseguindo diminuir a diferença para o líder DoorDash, que domina quase metade desse mercado por lá.

Após um período de negociações, e com o insucesso na tentativa de adquirir a GrubHub, que possui mais de 20% dos serviços de entrega de alimentos por app nos EUA, a Uber conclui a compra da Postmates por US$ 2,65 bilhões. Com a aquisição, a Uber passa a ser a segunda maior empresa nesse mercado no país.

publicidade
Postmates continua existindo normalmente

A Uber passa a ser proprietária de todas as ações da Postmates, que continuará existindo, sem se integrar totalmente ao Uber Eats. Os aplicativos permanecerão funcionando separadamente. Com o suporte de uma rede combinada de comerciante e distribuição mais eficiente.

Assim, a estrutura de uma das pioneiras no serviço de entregas de alimentos, mantimentos, itens essenciais e outros bens nos EUA estará disponível para o Uber Eats. Além disso, a Postmates possui uma carteira com mais de 600 mil restaurantes e varejistas em todo país, para entrega e retirada, cobrindo por volta de 80% do território norte-americano.

O serviço de transporte de passageiros pelo app Uber sofreu abalos importantes neste ano devido à pandemia. Foram ingredientes expressivos para isso o isolamento social e diminuição dos deslocamentos e da mobilidade. A queda foi acima de 50% da receita da empresa.

Em compensação, as entregas do Uber Eats tiveram aumento de 125% no seu faturamento. E os fatores para o crescimento desses índices também têm a ver com a pandemia. Esses registros podem ter influenciado nas investidas para a compra da Postmates, que também vinha colhendo bons números.

publicidade

Porém, alguns questionamentos se abrem, já que a quantidade de empresas concorrentes nesse mercado diminui. Além do agravamento de problemas já existentes como questões trabalhistas com os entregadores, preços de serviços e falta de opções para os usuários e clientes. Com o aumento do poder de influência política dessas poucas empresas, é preciso permanecer vigilante.

A Uber é uma empresa que já demonstrou que sempre age de forma contundente para defender seus interesses, não só nos EUA como pelo mundo. A compra da Postmates se traduz em ainda mais poder para essa gigante dos aplicativos de transportes e entregas.

Via Engadget.