Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Nos primeiros meses da pandemia, assim como todos os ramos, a indústria de tecnologia sofreu. Foram restrições, novas políticas e interrupções na fabricação de produtos. Isso tudo afetou diretamente empresas fabricantes e fornecedores nos dois primeiros trimestres. Mas as coisas melhoraram no terceiro, principalmente para a Samsung. E não foi pouca coisa: a Samsung alcançou um recorde histórico nas vendas de aparelhos, Covid ou não.

De acordo com um relatório feito pela Strategy Analytics (empresa que analisa o mercado da tecnologia), a maior fabricante de smartphones no mundo bateu recorde em vendas em seis anos. De Julho a Setembro deste ano, a marca teve uma participação de 32,6% do mercado. Na última vez que os número foram maiores do que esse, a empresa teve 37,9% do mercado no segundo trimestre de 2014.

publicidade
Galaxy S8 que teve boas vendas para a Samsung em mãos.

Galaxy S8 da Samsung (Foto de Prayad Kosasaeng no Pixabay).

Por outro lado, a Apple, que continua sendo a marca que tem a maior participação de lucros no mercado de tecnologia, teve uma queda nas vendas em relação ao ano passado, que de 66,9% passou para 60,5% do mercado. Porém, as vendas do novo iPhone 12 só serão contabilizadas no quarto trimestre de 2020, o que pode melhorar o posicionamento da Apple no mercado deste ano.

Indo além do recorde de vendas, falando sobre as remessas de smartphones, a Samsung teve a participação no mercado mais alta com 21,9 %, seguida pela Huawei com 14,1%. Em terceiro lugar ficou a Xiaomi com 12,7% de participação de mercado. Já a Apple ocupou o quarto lugar neste quesito com apenas 11,9%.

Via: Gizchina e Sam Mobile.

publicidade