Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Parlamento do Reino Unido concluiu um relatório no qual apontou que gigantes como a Apple e a Amazon deveriam ser responsabilizadas por uma enorme quantidade de lixo eletrônico. Os dados foram analisados pelo Comitê de Audição Ambiental (EAC na sigla em inglês) da câmara dos comuns.

Segundo o relatório das Nações Unidas, o Reino Unido é o segundo maior produtor desse tipo de resíduo per capita no mundo. Ainda que os EUA e China sejam os maiores poluidores em números absolutos, países europeus ficam na frente em matéria de poluição por pessoa. A Noruega produz 26 kg de carcaças, peças e até aparelhos completos jogados fora por ano. O RU, 23,9. Para comparação, os EUA marcam 21 kg, a China, 7,2 e o Brasil, 10,2. 

publicidade

No Reino Unido (e na maioria dos países, na verdade) essa montanha toda não recebe o devido tratamento, sendo jogada em aterros, incineradores ou eliminadas pelo mar para outros países, muitas vezes de forma ilegal. 

O EAC não só investiga esses dados, como também participa dos projetos de lei do Parlamento Britânico sobre a questão ambiental. Inclusive, existe uma lei responsabiliza produtores e comerciantes por seu lixo eletrônico. Por isso, o comitê acusou a Apple de dificultar ou não fornecer meios para que os consumidores possam reparar seus celulares, sobrando, assim, a única opção de descarte. A Apple também foi acusada de limitar artificialmente a vida útil de seus produtos (a famosa obsolência programada), o que gera mais resíduos. 

Quanto a Amazon, o EAC apontou que mesmo não sendo comerciante direto, a empresa também é responsável pela venda de eletrônicos, principalmente neste momento de pandemia no qual as vendas online cresceram, e criticou o fato da dona da Alexa se esquivar do seu papel na economia circular e não tomar ações efetivas de coleta ou reciclagem.

O que o Reino Unido propõe

Mais do que simplesmente acusar a Apple e a Amazon pelo lixo que produzem. O Parlamento Britânico cobra as empresas para que cumpram seu papel na economia circular de acordo com sua lei. Isso significa que tanto comerciantes como produtores devem adotar políticas de controle de resíduos eletrônicos, bem como devem cuidar de seu ciclo de reparo, coleta, reciclagem e descarte adequado.

publicidade

Além disso, exigem que seja seguida a norma da União Europeia chamada de Direito de Reparo. Trata-se de diretrizes que orientam que produtos eletrônicos devem ser produzidos de forma que possam ser consertados, tenham suas peças de reparo vendidas no mercado, venham com manuais de conserto e, ainda, uma série de informações na embalagem.

Via Apple Insider.