Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Huawei deve trazer uma inovação radical em matéria de câmeras. A empresa, que já tem uma parceria com a Leica para produção de câmeras, agora deve trazer lente líquida para seus aparelhos. O P50 deve ser o primeiro smartphone do mercado a vir com a tecnologia.

A informação foi divulgada por uma fonte na rede social chinesa Weibo. De acordo com o texto, a principal vantagem desta lente líquida é que a velocidade de focagem será muito mais rápida, quase tão veloz quanto o olho humano. O dispositivo da Huawei teria capacidade de focar em milésimos de segundos.

publicidade

A lente líquida ainda ocupa uma pequena área, portanto, o volume da lente da câmera será pequeno. Além disso, ela pode alcançar um grande alcance de zoom, já que tudo o que você precisa fazer é mudar a voltagem da carga que determina a forma que o líquido toma para a faixa de zoom desejada.

Uma ideia nem tão nova

A informação sobre a Huawei estar trabalhando com o desenvolvimento de lente líquida já é antiga. Em novembro de 2018 uma patente registrada já indicava que a empresa já pretendia usar a tecnologia. Desde então, diversos rumores de aparelhos com o novo sistema de foto apareceram. Agora, isso parece estar ganhando forma.

Lembrando que a própria Huawei confirmou que está tudo bem com a parceria de sucesso com a Leica para produção de câmeras, mas não se sabe se o novo aparelho vai ter colaboradora inclusa e nem se a Leica desenvolve esse tipo de lente.

Recentemente, uma imagem do do Huawei P50 Pro apareceu na internet, mostrando como pode ser o futuro topo de linha que a companhia vai lançar no ano que vem. O mock-up do design do smartphone foi criado com base em registros de patente, e assim, é muito provável que ele venha a ter várias mudanças na versão final do dispositivo.

publicidade

Via Sparrows News

Imagem: Pixabay/CC