Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Após o volumoso aumento de requisições por direitos autorais, a Twitch, app de streaming usado principalmente por gamers, tem deletado vídeos que contenham músicas com copyright. Além disso, tem pedido aos streamers que não usem mais esse tipo de conteúdo e que também apaguem seus vídeos caso sejam sinalizados. 

A dor de cabeça é com a DMCA (Digital Music Copyright Act, a lei de direitos autorais dos EUA, atualizada pela última vez em 1998). E começou a se intensificar recentemente. Até 2019, a plataforma de streaming recebia cerca de 50 reclamações por copyright ao ano. Porém, os grandes selos musicais parecem estar se movimentando de forma agressiva e, a partir de maio deste ano, o fluxo de reclamações aumentou exponencialmente. 

publicidade

É pior do que parece. Não se limita a transmitir sua playlist favorita do Spotify enquanto joga. Isso porque “música com copyright” pode incluir músicas da trilha dos próprios jogos, cujo contrato não prevê distribuição pública, apenas para o jogador individual. Basta jogar com o som ativo para ter uma “infração”.

Problema com os streamers

As reclamações por direitos autorais são feitas com pedidos de retirada do material das redes. E é assim que a plataforma da Amazon tem feito: apagado os vídeos sinalizados como “violação de copyright” e pedido aos usuários que façam o mesmo. 

Contudo, streamers estão descontentes com a ação. Alguns canais perderam quase todo o conteúdo que possuíam. Com isso, eles reclamam do porquê da empresa não ter tomado qualquer atitude anterior, já que vídeos com mais de 2 anos estão sendo deletados. 

A plataforma publicou em seu blog um pedido de desculpas aos usuários da plataforma. No texto, comentam que foram tardios para aplicar as devidas medidas e que estão tentando resolver a situação da melhor maneira possível. Alegam, também, que estão preparando ferramentas que auxiliem os criadores de conteúdo a gerenciar o material que usam em seus vídeos.

publicidade

A Twitch oferece uma lista de músicas sem copyright para uso e pede que os streamers recorram somente a ela ou a outros serviços, como Monstercat ou Soundstripe. Além disso, está trabalhando em tecnologias para detectar áudios protegidos e em políticas para ser mais transparente com os criadores de conteúdo sobre a questão.

Via: Engadget