Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

A ideia do presidente Donald Trump de banir o aplicativo TikTok dos EUA caiu por terra. Depois de anunciar que o aplicativo seria bloqueado no país, o Departamento de Comércio divulgou que os EUA não vão mais banir o TikTok. Tampouco forçar a Byte Dance, proprietária do app, a vender as operações do aplicativo no país.

Trump vs China

Não é de hoje que o presidente norte-americano tem demonstrado publicamente a sua implicância em relação a tudo o que vem da China. De acordo com a agência de notícias Reuters, “a administração do presidente Donald Trump afirma que o TikTok apresenta preocupações com a segurança nacional, pois os dados pessoais coletados de 100 milhões de americanos que usam o aplicativo podem ser obtidos pelo governo da China. TikTok nega as acusações”.

publicidade

As ameaças do aplicativo chinês à soberania americana foram consideradas hipotéticas. No entanto, a ByteDance está em negociação para transferir os ativos da TikTok para os EUA, a fim de que a empresa, controlada a princípio pela Oracle e pela Walmart, se torne responsável por lidar com os dados de usuários a moderação do conteúdo do TikTok no país e elimine qualquer risco de o país a banir.

O jornal The New York Post afirmou que, por conta da “incerteza” diante da eleição de Joe Biden, a ByteDance apelou a um tribunal federal para rever a ordem de desinvestimento, dois dias antes do fim da ordem para banir a chinesa no país.

Via Reuters e The New York Post

Imagem: Solen Feyissa/Pexels/CC

publicidade