Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Os representantes do TikTok, que pertence à empresa chinesa ByteDance, não sabem se o app será ou não banido por Donald Trump dos Estados Unidos. Depois de estabelecer a quinta-feira (12/11), como prazo final para bloquear o aplicativo em todo o território norte-americano, Trump parece ter se esquecido da ameaça de punição à empresa chinesa.

Informações da CNBC revelaram que nenhum membro da administração do governo Trump procurou representantes da ByteDance para discutir o futuro do TikTok – se o app será banido ou não – nas últimas semanas.

publicidade
Eleições e acordo com WalMart: razões para TikTok não ser banido por Trump

Dois pontos vêm sendo especulados como possíveis razões para o presidente Donald Trump ter desistido ou postergado a decisão sobre o banimento. O primeiro deles é que o republicano passou os últimos dias mergulhado na corrida para tentar reverter o resultado das eleições presidenciais, vencidas pelo candidato democrata Joe Biden.

O segundo ponto seria o esforço mostrado pela ByteDance para se aliar a empresas norte-americanas e, assim, tirar do TikTok as suspeitas de que o app poderia ser usado pelos chineses para espionar os Estados Unidos. A ByteDance tem parceria firmada com a Oracle e com o WalMart, com a aprovação de Trump, para criar uma empresa em território norte-americano. A TikTok Global destinaria 20% do seu faturamento aos Estados Unidos.

TikTok e Biden: App pode ser punido por sucessor de Trump?

Caso Donald Trump deixe a Casa Branca sem voltar a se posicionar sobre o TikTok ser ou não banido dos Estados Unidos, o futuro do app seguirá indefinido. De acordo com a CNBC, Joe Biden, que assumirá a presidência em janeiro de 2021, não chegou a opinar oficialmente sobre o caso. Apesar disso, membros de seu comitê recomendaram aos que trabalhavam próximos ao candidato durante a campanha que eles desinstalassem o app. O motivo alegado seriam razões de segurança.

Pelo jeito, a ByteDance e os representantes do TikTok terão muito trabalho para que o app não seja banido. Seja por Donald Trump, seja por Joe Biden.

publicidade

Via Engadget.